Arquidiocese do Rio de Janeiro

20º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 30/07/2021

30 de Julho de 2021

Cônego Leandro Câmara é homenageado com a Medalha Centenário Fundação Osório

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

30 de Julho de 2021

Cônego Leandro Câmara é homenageado com a Medalha Centenário Fundação Osório

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

09/06/2021 13:06
Por: Carlos Moioli

Cônego Leandro Câmara é homenageado com a Medalha Centenário Fundação Osório 0

O reitor do Seminário Arquidiocesano de São José, cônego Leandro de Souza Câmara, foi um dos homenageados no centenário de criação da Fundação Osório, instituição de ensino vinculada ao Comando do Exército por delegação do Ministério da Defesa.

A cerimônia comemorativa de entrega da Medalha Centenário Fundação Osório a personalidades civis e militares que de alguma forma contribuíram e contribuem com a missão da instituição foi realizada na sua sede, no bairro do Rio Comprido, no dia 1º de junho.  

Entre os presentes, o presidente da instituição, coronel  Luiz Sérgio Salgueiro, e o comandante militar do Leste, general do Exército José Eduardo Pereira, que também foi agraciado com a medalha.

Fez parte das comemorações o lacre da cápsula do tempo que será aberta no próximo centenário, o lançamento de um selo e a inauguração de uma placa.

Educação de qualidade

A Fundação Osório foi criada no dia 1º de junho de 1921, numa época em que o mundo passava por grandes transformações em virtude da pós Primeira Guerra, e o Rio de Janeiro, então capital da República, era uma cidade com mais de um milhão de habitantes e já tinha problemas socioeconômicos.

Com o lema: “Donare ad docendum”, ou seja, 'Doar-se para ensinar', a instituição começou inicialmente a atender filhas órfãs de militares, mas expandiu-se e passou também a atender as filhas de militares, e hoje acolhe meninas e meninos, filhos de militares e civis em geral.

Depois de um século, a Fundação Osório continua “formando hoje o cidadão do amanhã”, atendendo mais de 900 alunos, desde os primeiros anos escolares até o ensino médio e profissionalizante.

Perfil do homenageado

Carioca, cônego Leandro nasceu no dia 24 de abril de 1981, filho de Francisco de Assis Arruda Câmara e de Maria de Fátima de Souza Câmara.

Formado no Seminário Arquidiocesano de São José, no qual é reitor desde dezembro de 2012, foi ordenado sacerdote no dia 25 de novembro de 2006 pelas mãos do Cardeal Eusébio Oscar Scheid, na Catedral de São Sebastião.

Atualmente, cônego Leandro é membro efetivo do Cabido da Catedral Metropolitana, do Colégio de Consultores e da Pastoral Presbiteral.

“Donare ad docendum”

“Tive a satisfação de receber a Medalha Fundação Osório, a mais alta honraria desta instituição centenária a qual tem como tema ‘Doar para ensinar’. A instituição identifica como tarefas principais no seu serviço ao ser humano e a sociedade duas realidades presentes na vida de Jesus Cristo: o dom de si e o ensino. Essas realidades são inseparáveis se pensadas naquilo que elas significam essencialmente. Pois educar significa doar de si conhecimento e caráter”, disse o homenageado, cônego Leandro Câmara.

Para o reitor do Seminário São José, “ao comemorar 100 anos de criação, a Fundação Osório renova o compromisso com sua própria natureza e missão: de acolher, zelar e formar pessoas livres, dotadas de educação para construção de uma sociedade justa e coerente com seus princípios e bons costumes”.

“Em tempos de crise moral em que as instituições são tão postas à prova, a fundação aliada as demais, como a família, a religião, tornam-se um belo sinal de esperança na edificação do ser humano e por sua vez da sociedade”, acrescentou.

Feliz pela homenagem, cônego Leandro Câmara partilhou: “Alegro-me, como ex-aluno do seminário que já prestou serviços a esta fundação como catequista de alunos do ensino fundamental, há 17 anos. E agora como reitor por poder continuar enviando outros seminaristas para continuar esta missão”.

“Dedico esta honraria recebida ao Seminário Arquidiocesano de São José, pois creio que foi por servir a esta casa de formação que fui  encontrado entre os que se tornaram dignos de recebê-la. Que Deus abençoe a Fundação Osório e o nosso Seminário São José para que juntas essas instituições continuem a prestar este precioso serviço para nossa cidade e ao nosso país”, conclui o reitor.

Carlos Moioli



Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.