Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 04/07/2020

04 de Julho de 2020

Arquidiocese do Rio confirma retorno de missas presenciais

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

04 de Julho de 2020

Arquidiocese do Rio confirma retorno de missas presenciais

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

26/06/2020 00:58
Por: Redação

Arquidiocese do Rio confirma retorno de missas presenciais 0

O arcebispo metropolitano, Cardeal Orani João Tempesta, confirmou que as 273 paróquias, os santuários e as capelas da Arquidiocese Rio de Janeiro voltarão a celebrar missas com a presença de fiéis a partir do dia 4 de julho.

O anúncio foi feito por Dom Orani no dia 18 de junho, após decisão deliberada na última reunião do Governo Arquidiocesano, realizada no dia 16 de junho. O assunto também foi discutido um dia depois na reunião com todos os bispos das dioceses do Estado do Rio de Janeiro, que integram o Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“As missas com a presença de fiéis serão retomadas em nossa arquidiocese após três meses suspensas por causa da pandemia da Covid-19. É uma boa notícia, e como o salmista podemos dizer: ‘Que alegria quando me disseram: vamos à casa do Senhor’ (Sl 121). Tudo isso foi decidido ouvindo os bispos auxiliares, os vigários episcopais, o clero e também médicos, cientistas, infectologistas e epidemiologistas que nos auxiliam e nos orientam sobre o assunto”, disse o arcebispo.

Segundo Dom Orani, o grupo de conselheiros da área médica ajudou a arquidiocese a ver a realidade dos hospitais, na qual muitas Unidades de Terapia Intensiva destinadas aos doentes com Covid-19 foram desativadas por falta de doentes.

“Existem leitos vagos nos hospitais, o que demonstra que a cidade tem capacidade para atender as pessoas. É claro que a pandemia continua, o vírus está presente em tudo que é lugar, mas é possível disponibilizar um tratamento com mais tranquilidade”, disse.

O arcebispo lembrou ainda que o clero já recebeu todas as orientações para o retorno das celebrações, por meio de um documento emitido pela Cúria Metropolitana, datado de 7 de junho, que destaca os cuidados que devem ser tomados antes, durante e depois das celebrações. Também, que não há nenhum impedimento jurídico, pois o Tribunal de Justiça do Estado validou as orientações dos decretos do Estado e do município do Rio.
“A grande preocupação da Igreja é com a vida, sempre foi, desde a concepção até a morte natural. Queremos voltar às missas presenciais, mas com muita responsabilidade, providenciando um ambiente seguro e saudável. Há necessidade da higienização, do respeito ao número reduzido de fiéis, do distanciamento entre as pessoas, do uso de máscaras, de álcool em gel e de todas as demais precauções para que cada pessoa não corra riscos”, disse.

A abertura das igrejas, segundo Dom Orani, foi motivada pelo respeito à fé do povo que sente a necessidade de viver e trabalhar em comunidade, de caminhar junto com os párocos, de celebrar a Eucaristia e os demais sacramentos.

“Demos esse passo em respeito aos anseios do nosso povo, mas lembramos que continua valendo a dispensa do preceito dominical para as pessoas que não puderem participar das celebrações, principalmente as que fazem parte do grupo de risco. Nesses casos, as paróquias irão providenciar a distribuição da Sagrada Comunhão nas casas. Também continuam as transmissões pelos meios de comunicação para que as pessoas possam participar mesmo de longe. Pedimos a todos os fiéis para que possam colaborar, com muita responsabilidade, e, assim, aos poucos, iremos retomando as celebrações, outros sacramentos e também os eventos paroquiais e da nossa arquidiocese”, finalizou.

Carlos Moioli


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.