Arquidiocese do Rio de Janeiro

26º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/09/2020

23 de Setembro de 2020

A PUC-Rio em tempos de pandemia

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Setembro de 2020

A PUC-Rio em tempos de pandemia

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

29/05/2020 16:43
Por: Redação

A PUC-Rio em tempos de pandemia 0

Nestes tempos difíceis, em que o confinamento nos afastou da dimensão presencial no campus universitário, pode haver a impressão que a universidade está funcionando acadêmica e administrativamente via online, porém, um pouco mais distante dos problemas que a sociedade está enfrentando com a pandemia da Covid-19. Certamente esta visão não corresponde à realidade, pois o engajamento da instituição ocorre em várias frentes internas e externas, envolvendo professores, alunos, antigos alunos e funcionários.

Na área acadêmica, discussões e debates têm ocorrido envolvendo professores de diferentes departamentos. Por meio do Facebook, no canal da TV PUC-Rio no YouTube, boletins informativos e diversos sites discutem semanalmente o impacto da Covid-19 nas favelas e comunidades pobres de nossa cidade. Isto sem falar de outros assuntos ligados à pandemia, que fazem parte de conteúdos de aulas online que estão sendo realizadas com professores e alunos. Alguns professores do Departamento de Medicina da PUC-Rio têm participado de debates, entrevistas e cursos abordando as questões relacionadas com a pandemia do coronavírus.

Um grupo de pesquisadores formado por alunos, professores e pesquisadores do Departamento de Engenharia Industrial e do Instituto Tecgraf da PUC-Rio, além de pesquisadores da Fiocruz, Universidade de São Paulo (USP) e Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR), desenvolve um importante estudo sobre a evolução da pandemia. O Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (NOIS) acompanha a evolução do número de casos do coronavírus no Brasil e revela projeções futuras para que os órgãos de saúde tenham previsões mais precisas, trabalho que tem recebido destaque nos noticiários e na comunidade científica.

Além disso, a PUC-Rio lidera um grupo composto por várias instituições, entre elas a Fiocruz, que elaborou um documento com as lideranças comunitárias da Maré, Complexo do Alemão, Rocinha, Cidade de Deus e Santa Marta, que foi entregue às autoridades de saúde do estado e do município do Rio de Janeiro. Trata-se de um Plano de Ações para o Enfrentamento da Covid-19 nas Favelas.

No campo político, alguns professores têm participado de entrevistas, mesas-redondas e comitês de cientistas do Rio para ajudar a pensar soluções para a Covid-19 e discutir políticas públicas durante e após a pandemia. Há ainda consultorias sobre ações de prevenção, confinamento e tecnologias voltadas para o presente e o futuro.

Na área de inovação e empreendedorismo, debates e projetos estão sendo discutidos e elaborados, atendendo às atuais e futuras demandas da sociedade, com participação do Instituto Gênesis e da Associação dos Antigos Alunos.

As vice-reitorias da PUC-Rio e algumas unidades complementares da Universidade vêm acompanhando, orientando e apoiando os alunos, professores e funcionários, seja nas ações sociais nas comunidades, como também na assistência aos problemas acadêmicos, pessoais e familiares.
Na área tecnológica, laboratórios ligados ao Tecgraf/ITUC/LAMP (Laboratório de Modelos e Protótipos) vêm trabalhando para atender às demandas emergenciais desde o início da pandemia, construindo protetores faciais, óculos de proteção contra o coronavírus, laringoscópios e máscaras de tecido para a doação em hospitais e unidades de saúde.

No engajamento de ações sociais concretas e emergenciais, vários alunos e antigos alunos têm procurado exercer a solidariedade, envolvendo agentes comunitários, organizações da sociedade civil e setores públicos. A Vice-Reitoria Comunitária vem realizando uma campanha junto aos professores para ajudar os alunos do FESP a custear parte das despesas domésticas de suas famílias. O Projeto Bom Samaritano e a Pastoral Universitária estão arrecadando cestas básicas para ajudar as famílias pobres em favelas. A AFPUC e o DCE têm realizado campanhas de doações para ajudar as famílias com dificuldades econômicas.

Enfim, como podemos perceber, a PUC-Rio está bastante engajada em várias frentes, procurando contribuir com a sociedade nestes tempos de perplexidade e incertezas. Na oportunidade, gostaríamos de agradecer a todos que, de diferentes maneiras, estão dedicando horas de suas vidas em prol da solidariedade em gestos e ações humanitárias, para atender aos apelos das diversas instâncias da sociedade. Nosso apoio e gratidão!

Padre Josafá Carlos de Siqueira, S.J. – Reitor da PUC-Rio


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.