Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 08/08/2020

08 de Agosto de 2020

‘A realidade hoje é muito desafiadora para todos nós, mas tenho a certeza de que nada passa despercebido diante de Deus’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

08 de Agosto de 2020

‘A realidade hoje é muito desafiadora para todos nós, mas tenho a certeza de que nada passa despercebido diante de Deus’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/04/2020 19:10
Por: Redação

‘A realidade hoje é muito desafiadora para todos nós, mas tenho a certeza de que nada passa despercebido diante de Deus’ 0

A esperança de dias melhores também tem sido cultivada através das ações promovidas pela Paróquia Nossa Senhora da Esperança, em Botafogo.
Segundo o padre Jorge Luiz Vieira da Silva, a pandemia e, por consequência, o isolamento social não está sendo fácil para os párocos nem para o povo de Deus.

“Seguindo as orientações da Arquidiocese do Rio e de nossas autoridades, em um intervalo mínimo de tempo tivemos que mudar todos os nossos hábitos. Num primeiro momento disponibilizamos em nossas paróquias o álcool em gel e tudo que era necessário para continuar as atividades, com a recomendação de aumentar o número de celebrações para manter a distância entre os fiéis e, assim, evitar o contágio”, contou.

“Só que chegou o momento que veio a orientação da arquidiocese para fechar as igrejas, e isso pegou todo mundo desprevenido. Foi um susto, e tivemos que nos adaptar também num curto intervalo de tempo, criando meios de chegar até o nosso povo”, disse.

“Na nossa paróquia as missas passaram a ser online, sem a presença de fiéis, e ainda momentos de oração, adoração ao Santíssimo e live oracional com a Palavra de Deus”, disse.

Antes das celebrações da Semana Santa, padre Jorge Luiz contou que percorreu as ruas, intercedendo pelos fiéis, por todos os moradores do bairro, que fica na zona sul da cidade.

“Nesse percurso, testemunhamos muitas pessoas se ajoelhando. Dos prédios, muitos aplaudiam. Foi de fato um dia de testemunharmos a fé. E seguiremos assim, evangelizando pelas mídias sociais, através de nosso canal no YouTube, levando a esperança a cada coração”, pontuou o pároco.
No Domingo de Ramos, contou padre Jorge Luiz, “abençoamos os ramos e guardamos para distribuir aos paroquianos quando retornaremos nossas celebrações na paróquia”, disse, acrescentando que tem estimulado os fiéis para que todos possam seguir as celebrações de casa pela internet e também a reunião dos familiares para os momentos de oração.

A mesma orientação acontece com a catequese: “Nossos catequistas tem enviado vídeos e tarefas para que as crianças possam fazer em casa com os pais”.

“No campo da caridade social continuamos dando assistência às famílias para as quais mensalmente distribuímos cestas de alimentos. No mês de março, ganhamos um reforço da Comunidade Olhar Misericordioso, que nos partilhou uma quantidade significativa porque não tínhamos a totalidade para ofertar ao povo”, disse.

“Agora, surgiram iniciativas ao redor da paróquia com o objetivo de nos ajudar, porque, além das famílias que já temos o compromisso, muitas outras têm pedido auxílio”, contou.

A paróquia também realiza um trabalho dando maior assistência aos idosos, que têm um número significativo na comunidade.
“Temos muitos idosos em nosso bairro, que fazem parte da paróquia. Neste período, marcado pelo isolamento social, eles correm o sério risco de cair em depressão. Junto com o vigário paroquial, realizamos um atendimento especial, ligando para todos eles, perguntando como estão e se necessitam de alguma coisa. Os paroquianos também formaram uma rede de assistência, e tudo isso tem sido um tempo para exercer o apostolado de outra forma”, contou.

“Louvamos e bendizemos a Deus por toda criatividade de evangelização que Ele tem suscitado nos corações. Dessa maneira, continuamos levando a Boa Nova. A realidade hoje é muito desafiadora para todos nós, mas tenho a certeza de que nada passa despercebido diante de Deus”, concluiu padre Jorge Luiz.

Carlos Moioli


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.