Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2019

12 de Dezembro de 2019

Legião de Maria realiza sua peregrinação anual ao Santuário da Penha

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2019

Legião de Maria realiza sua peregrinação anual ao Santuário da Penha

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/11/2019 00:00 - Atualizado em 19/11/2019 17:11
Por: Flávia Muniz

Legião de Maria realiza sua peregrinação anual ao Santuário da Penha 0

O Senatus Assumpta do Rio de Janeiro, conselho superior da Legião de Maria no Regional leste 1, promoveu, no último dia 15, sexta-feira, a 26ª edição da sua peregrinação anual à Basílica Santuário de Nossa Senhora da Penha de França, localizada no bairro da Penha, no Vicariato da Leopoldina. A concentração foi a partir das 8h, na rua de acesso ao santuário. Dali, mesmo debaixo de chuva, os legionários seguiram em procissão, empunhando estandartes e terços e recitando os mistérios do Santo Rosário, ao longo das estações da Via-Sacra, conduzidos pelo reitor da basílica, padre Thiago Sardinha de Jesus. 

Após a chegada à concha acústica, cerca de 3 mil pessoas (dados do santuário), participaram da Santa Missa, por volta das 10h30, presidida pelo bispo referencial da Legião de Maria do Brasil junto à CNBB, Dom Edson de Castro Homem, que é bispo titular de Iguatu-CE, sendo concelebrada pelo diretor espiritual do Senatus Assumpta, padre Fábio da Silveira Siqueira, pelo diretor espiritual da Regia Regina Apostolorum de São João de Meriti, padre Neuton Dias Neto, também eplo reitor da basílica, padre Thiago Sardinha, e o pároco da paróquia Nossa Senhora do Divino Amor, em Irajá, padre Thiago Faria, com a assistência de diáconos permanentes representantes dos conselhos da Legião de Maria no Regional Leste 1.

A peregrinação, que sempre acontece no feriado da Proclamação da República, foi iniciada há 26 anos por legionários da Regia Regina Apostolorum de São João de Meriti, conselho que congrega a Legião de Maria presente nas dioceses de Nova Iguaçu, Duque de Caxias e São João de Meriti. O idealizador da romaria foi o legionário e diácono permanente Lourival da Silva, já falecido. Com o fluxo de peregrinos aumentando a cada ano, o Senatus Assumpta do Rio de Janeiro assumiu a realização da romaria, tornando-a uma peregrinação de todos os conselhos que compõem o Senatus do Rio, cuja abrangência pastoral e administrativa estende-se também a 4 estados da região amazônica (Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima) e o estado do Espírito Santo. A divisão dos conselhos maiores (senatus e regiae) é sempre estabelecida pelo conselho superior da Legião, o Concilium Legionis Mariae, que tem sua sede em Dublin, Irlanda.

Fidelidade e trabalho
Durante a homilia, o bispo referencial, Dom Edson de Castro Homem, sempre muito entusiasmado com a presença expressiva dos legionários, recordou a riqueza dos mistérios do Rosário, por fazerem memória dos mistérios de Cristo e de Maria: “Não é possível meditar e compreender os mistérios de Cristo, sem Maria. E servir a Maria deve nos obrigar à meditação constante, com Ela, desses mistérios. Por isso, a contemplação dos mistérios do Rosário deve se traduzir na prática do apostolado, da nossa vida cristã. É dessa experiência cotidiana que o legionário retira suas forças para ir, aonde, muitas vezes, ninguém quer ir, e entrar onde ninguém quer entrar; há lugares e trabalhos que só o legionário - e porque é legionário - é que tem coragem de ir; e vai, entra e faz”, pontuou. E recordou também: “Houve um cardeal que afirmou: ‘A Legião de Maria não dá trabalho, ela trabalha’ ”, referindo-se ao comentário que ouviu certa vez de Dom Eusébio Oscar Scheid, hoje arcebispo emérito do Rio de Janeiro. Dom Edson ainda externou sua alegria, ao perceber que “a chuva não impediu, mas estimulou o desejo de ir, para reafirmar a fidelidade à Mãe Legionária. Fiquei comovido pela presença do expressivo número de legionários”, avaliou o bispo referencial.

Com Maria acolher a novidade de Deus
Ao final da celebração, após a entrega da imagem peregrina aos oficiais da Regia Dei Genritrix de Niterói, o jovem Paulo Valério Rodrigues dos Santos, secretário da Regia, leu a carta do Arcebispo Metropolitano de Niterói e atual Presidente do Regional Leste 1 da CNBB, Dom José Francisco Rezende Dias, para os legionários de sua diocese. Na carta, Dom José Francisco declarou:“Como pastor desta Igreja Arquidiocesana, quero manifestar minha comunhão na alegria com todos os membros da Legião por esta feliz oportunidade. Preparar-se para celebrar o Centenário da Legião de Maria deve ser o momento privilegiado na vida de todos os legionários. É hora de refletir. De rever a caminhada feita pela Legião. De reconhecer os dons e graças recebidos do Senhor. De pedir perdão pelas infidelidades ao seu projeto de amor (...) O Papa Francisco nos disse: ‘A Virgem Maria ensina-nos o que significa viver no Espírito Santo e o que significa acolher a novidade de Deus na nossa vida (...)’. Desejo que a visita da imagem peregrina da Virgem Maria possa despertar, no coração dos Legionários, a necessidade de acolher a novidade de Deus que vem ao nosso encontro. A todos, de coração, envio a minha bênção”, dizia a carta.

Rumo ao centenário
Fundada em 7 de setembro de 1921, pelo jovem funcionário público e vicentino, Frank Duff, a Legião de Maria prepara-se para festejar o seu centenário. A romaria deste ano, portanto, tinha a tônica dessa preparação, com a presença da imagem peregrina de Nossa Senhora das Graças, que desde a romaria passada até este ano, percorreu a Regia de São João de Meriti, e nesta edição, foi confiada à Regia Dei Genitrix, para peregrinar por toda a Arquidiocese de Niterói. Na romaria do próximo ano, a imagem retorna ao santuário, quando será confiada aos oficiais do Senatus Assumpta, para peregrinar entre os conselhos da Legião de Maria no âmbito da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Mudança e esperança
Segundo Paulo Valério, “para além de qualquer outra coisa, essa peregrinação é sempre um momento de comunhão de toda a Legião de Maria do Rio de Janeiro. E a acolhida da imagem como a carta de Dom José Francisco já nos diz, é, para nós, um momento para que a Legião acolha o novo de Deus, algo que a precisamos muito para podermos, realmente, comemorar este centenário. A palavra é ‘mudança’, não da Legião e de suas estruturas, muito pelo contrário, pois isto é projeto de Deus. Porém, mudança nas atitudes, nos pensamentos, nas formas de trabalho dos seus membros, para que a Legião possa crescer ainda mais em graça e esperança”, exortou.

A presidente do Senatus Assumpta, a senhora Matilde Lopes Pinto, destacou que os legionários “demonstraram, mais uma vez, o quanto são perseverantes. Estamos aqui, mais um ano, em grande número, apesar da chuva, mas firmes e cumprindo nosso dever, em união com a Mãe Legionária, vivendo este grande dia de oração e preparando-nos, também, para a grande celebração do centenário da Legião de Maria”, disse Matilde, que, durante toda a celebração, esteve também ao lado de D. Zélia Rainha, a única remanescente da primeira formação do Praesidium Refugium Peccatorum, o primeiro praesidium da Legião no Brasil, fundado em 1950 e ativo ainda hoje, no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, na Rua do Riachuelo, no Centro.

Para o reitor da Basílica, padre Thiago Sardinha, “foi bonito ver a Legião de Maria, nesta sua 26ª peregrinação, com a presença de Dom Edson e cerca de 3 mil pessoas, mesmo com a chuva. Parecia Festa da Penha (risos). É um evento que vem aumentando a cada ano”, disse.

Após a cerimônia, os legionários que preferiram permanecer, subiram, mais uma vez, a escadaria ou foram pelo bondinho até o santuário. Os que escolheram almoçar na área da concha acústica, foram brindados com o show da cantora católica Simone Xavier, que apresentou um repertório mariano, especialmente escolhido para os peregrinos legionários.

Colaboração: Flávia Muniz


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.