Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2019

12 de Dezembro de 2019

‘A oferta de cada um se transforma na força de todos’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2019

‘A oferta de cada um se transforma na força de todos’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

18/11/2019 12:06
Por: Redação

‘A oferta de cada um se transforma na força de todos’ 0

Promovida pelo Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus, foi realizada mais uma edição da “Missão amor que cura”, no dia 10 de novembro, no Instituto Penal Plácido de Sá Carvalho, em Bangu.

Segundo o diretor do hospital e coordenador da missão, frei Paulo Batista, a ação realizada em Bangu foi mais uma experiência transformadora, para contar para a vida toda. “Saímos cheios de histórias e melhores do que antes”, comentou.

“Vimos em cada paciente a certeza de que algo muito importante acontecia ali. Fizemos toda diferença para eles e para os que ali trabalham - como aos poucos estamos nos tornando um sinal de transformação num local onde tudo parece ser uma rotina condenada sempre ao mesmo. Talvez o que fazemos revele a eles a oportunidade de serem diferentes - talvez o amor que cura possa quebrar o ciclo da violência na qual estão inseridos - muitos são os talvezes -, mas a nossa certeza é de que como cidadãos e cristãos fizemos a nossa parte e testemunhamos um amor que é capaz de curar. A vida sempre prevalece e a esperança não decepciona”, disse o coordenador da missão.

Frei Paulo lembrou que o trabalho é possível porque conta com uma equipe solidária de voluntários, entre médicos, dentistas, enfermeiros e técnicos.
“A oferta de cada um se transforma na força de todos. Aos poucos, mesmo sem percebermos, tudo vai se transformando. Agradeço a todos pela doação incondicional a serviço dos que mais precisam. A doação de cada um permite que esta ação de amor nunca termine e chegue onde poucos têm a coragem de ir”, destacou.

Em Bangu, houve 635 atendimentos médicos, 49 encaminhamentos, 71 enjetáveis, oito nebulizações e sete curativos. No setor dentário, houve atendimentos a 60 pessoas e 92 procedimentos.

Para ser voluntário, entre em contato com a administração do Hospital São Francisco pelos telefones: 3294-4500 e 3294-4300.

Carlos Moioli


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.