Arquidiocese do Rio de Janeiro

37º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 13/10/2019

13 de Outubro de 2019

Cardeal Péter Erdő visita o Rio para tratar sobre Congresso Eucarístico Internacional na Hungria em 2020

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

13 de Outubro de 2019

Cardeal Péter Erdő visita o Rio para tratar sobre Congresso Eucarístico Internacional na Hungria em 2020

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

27/09/2019 18:10
Por: Redação

Cardeal Péter Erdő visita o Rio para tratar sobre Congresso Eucarístico Internacional na Hungria em 2020 0

O arcebispo de Esztergom-Budapeste e primaz da Hungria, Cardeal Péter Erdő, que também é o presidente da Conferência Episcopal da Hungria e presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa, esteve em visita ao Rio de Janeiro, a convite do Cardeal Orani João Tempesta, onde ministrou conferência no encontro de formação do clero, no dia 25 de setembro, no auditório do Edifício São João Paulo II.

Tanto na formação do clero, como na coletiva que concedeu aos meios de comunicação da Arquidiocese do Rio, no dia 23 de setembro, o assunto foi a 52ª edição do Congresso Eucarístico Internacional que será realizada na Hungria, de 13 a 20 de setembro de 2020. A tradução da coletiva foi feita pelo monsenhor Sérgio Costa Couto, que lembrou que o Brasil foi sede do 36º Congresso Eucarístico Internacional, em 1955, o primeiro e único realizado no Rio de Janeiro.

Vocação
Logo no início, Cardeal Erdő fez uma breve apresentação de sua vida, seus familiares e sua vocação, no contexto de seu país, que embora tivesse profundas raízes cristãs, na época vivia a ditadura comunista.

“Meus pais eram religiosos, e tinham dificuldades de exercer publicamente a fé por causa do comunismo, mesmo assim, eles me transmitiram a fé. Aos 6 anos recebi a Primeira Comunhão e comecei a ser coroinha. Minha participação na comunidade paroquial fez perceber que a Eucaristia era a coisa mais importante da minha vida. Aos 13 anos surgiu a ideia de ser sacerdote e ingressei no seminário”, contou.

Congresso de 1938
O cardeal recordou que a capital de seu país, Budapeste, já foi sede de um Congresso Eucarístico Internacional, em 1938, tendo como lema: “Eucharistia, vinculum caritatis”,  sendo legado pontifício o Cardeal Eugenio Pacelli, mais tarde, Pio XII. Na época, havia grandes tensões no mundo e o perigo de uma guerra iminente. “O congresso de 1938 foi uma espécie de desejo de paz. O hino era muito bonito. Dizia: ‘Reúne na paz, Senhor, todos os povos e nações’. Tudo era coligado a Cristo como Príncipe da Paz. Isso aconteceu às portas da Segunda Grande Guerra. Infelizmente os poderosos do mundo não acolheram essa mensagem”, contou.

Realidade pastoral
Depois de 82 anos, a Hungria sedia outra vez um Congresso Eucarístico Internacional, agora em circunstâncias históricas e sociais totalmente diferentes. O regime político, após a guerra, perseguiu os cristãos, fechou ordens religiosas, estatizou escolas e proibiu a prática religiosa.
O anúncio do Congresso na Hungria foi feito pelo Papa Francisco por ocasião do encerramento do último Congresso, que aconteceu nas Filipinas, em 2016.

“Hoje, vivemos um contexto pastoral e social diferente. A maioria da população é batizada na Igreja Católica, porém, após 40 anos de comunismo, falta a experiência religiosa. Os pais pedem para que seus filhos tenham aulas de religião, embora nem mesmo sejam batizados. Mas, há conversões. Pelo menos, 500 adultos pedem o batismo a cada ano”, disse.

Na coletiva, o Cardeal Erdő disse que além da presença católica no país, há um número considerável de fiéis protestantes e uma forte presença da comunidade hebraica. Já os ortodoxos são poucos. Destacou ainda que o governo não permite que se registre a pertença religiosa dos cidadãos, o que dificulta dados oficiais sobre o número de católicos no país.

“Não existem dados oficiais por causa das leis húngaras, mas acreditamos que 10% dos católicos do país participam das missas dominicais. Há uma maior participação nas celebrações de Natal e Páscoa”, contou.

Lema do congresso
O lema do congresso foi extraído do Salmo 87, “Todas as minhas fontes estão em ti” (Sl 87, 7). Este salmo, conforme declara a tradição cristã, faz referência e identifica-se com a Igreja, que é a verdadeira Sião, a cidade santa, a ‘Jerusalém celeste’.

“O Concilio Vaticano II nos ensina que o cume da vida cristã é a Eucaristia, e nenhum outro congresso sublinhou esse aspecto e sua relação com templo de Jerusalém. De acordo com a profecia de Ezequiel (Ez, 47,1-12), a fonte que corre do lado oriental do templo, se torna um rio grande e navegável e fertiliza tudo por onde passa. Essa sinergia de sair das paredes da igreja e ir entre as pessoas significa muito num país que é muito secularizado”, disse o cardeal.

Programação
Sobre a programação do congresso, o cardeal adiantou que o ambiente oferece uma ocasião para o diálogo, com a realização de eventos ecumênicos, e também um encontro cientifico-teologico, com a participação de teólogos de todos os continentes e uma jornada de testemunhos. As conferências serão ministradas por cardeais do mundo inteiro, entre eles, um que contará a experiência dos cristãos no Iraque. Também haverá, à semelhança do Congresso das Filipinas, um almoço para as crianças pobres numa praça da capital, que leva o nome do Papa São João Paulo II.

“O Congresso será importante para os católicos de Budapeste, de toda a Hungria, como também, dos países vizinhos. Hoje, no Ocidente, há aqueles que se envergonham de ser apresentados como católicos. Será bom para que vejam e entendam a universalidade da Igreja em torno da pessoa de Jesus Cristo. Para um povo que ficou muito tempo isolado da fé, é muito importante um congresso em torno da Eucaristia”, disse o cardeal.

Carlos Moioli


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.