Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 09/12/2019

09 de Dezembro de 2019

Guido Schaffer: ‘Dar tudo pelo tudo’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

09 de Dezembro de 2019

Guido Schaffer: ‘Dar tudo pelo tudo’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

10/05/2019 00:00 - Atualizado em 13/05/2019 11:11
Por: Renato Saraiva

Guido Schaffer: ‘Dar tudo pelo tudo’ 0

Sol, mar, areia e praia. Esses eram elementos da natureza com os quais o Servo de Deus Guido Schaffer gostava de estar em contato quando surfava na altura do Posto 11 da Praia do Recreio. No mesmo local, hoje chamado Praia do Guido, foi feita no evento D.I.A. uma ação de replantio da vegetação nativa na restinga das dunas, que marcou os 10 anos da páscoa definitiva do Servo de Deus, realizada na manhã do 1º de maio. A sigla do evento “Duc in altum”, é uma expressão que significa buscando águas mais profundas.

“Guido partiu para o céu nesta área, que precisa ser muito bem cuidada. Ela precisa nos lembrar do céu. E é como esse jardim aqui vai ficar: replantado com a vegetação nativa. O ato tem um simbolismo muito grande e a participação de todos. É como se estivéssemos aqui semeando vidas, sonhos e projetos”, destacou um dos organizadores do evento e amigo de Guido, Eduardo Martins.

Celebração

Presidida pelo delegado arquiepiscopal para a Causa dos Santos, Dom Roberto Lopes, a missa contou com a presença de diversos sacerdotes, entre eles o reitor do Seminário de São Jose, cônego Leandro Câmara, que conduziu a adoração ao Santíssimo.  Também teve a presença de dezenas de seminaristas, religiosos, jovens, familiares e devotos do Servo de Deus.

O evento teve bênção das pranchas dos surfistas, confissões, momentos de louvor, shows do DJ Ronald Carvalho e do cantor Mario Broder.

Inspiração aos seminaristas

Um dos seminaristas, Luis Alberto Torres, lembrou que o Servo de Deus teve coragem de “dar tudo pelo tudo”, e convidou a todos para que, neste Ano Vocacional Sacerdotal na arquidiocese, o Senhor possa suscitar santas e numerosas vocações sacerdotais.

“O Servo de Deus Guido Schäffer era médico e desejava ardentemente ser sacerdote. Quando faleceu no dia 1º de maio de 2009, estava no processo de formação para o sacerdócio no Seminário de São José. Sua vida e exemplo impressionam e arrastam uma multidão de jovens a buscarem cada vez mais a santidade de vida e a entrega a Deus. Certamente, o ensinamento mais importante que o Servo de Deus pôde nos ensinar é a comunhão amorosa com Deus, que transforma o coração e as pessoas ao redor”, disse o seminarista Luis Alberto Torres. 

Santos cariocas

O delegado arquiepiscopal para a Causa dos Santos, Dom Roberto Lopes, lembrou que o Rio de Janeiro tem vários candidatos a santos e que Guido já é conhecido em todo o mundo.

“Acreditamos que tanto o Guido como a Odetinha serão os primeiros beatos e santos cariocas. Quando me perguntam: ‘O Rio de Janeiro não tem santo?’ Eu digo: ‘Tem’. E nós temos outros candidatos cariocas: Dom Luciano Mendes de Almeida, Dom Othon Motta, Zélia e Jerônimo.

A exemplo de Madre Teresa de Calcutá, na qual era apaixonado, o consultório do Guido era as ruas. Tanto que estamos tendo não só no Rio como no Brasil várias associações que estão adotando o seu nome. O surfe também. É muito interessante que nos grandes campeonatos a figura dele está presente”, contou.

Processo

Segundo Dom Roberto, o processo do Servo de Deus se encontra em Roma com um relator, que está trabalhando para o Positio, que corresponde ao volume impresso onde encontram-se recolhidos todo tipo de documentos pertinentes à causa, incluindo os escritos, as pregações e os testemunhos.

“Encerrada a fase diocesana há dois anos, o processo encontra-se em Roma. O relator, monsenhor José Sobral, que é um teólogo espanhol, está estudando o texto e redigindo para a formatação final. No momento, estamos coletando os possíveis milagres e aprofundando o material coletado. Quando se configurar realmente como milagre, vem a beatificação”, explicou Dom Roberto.

Cura

Durante o evento D.I.A. na Praia, já na sua quarta edição, muitas pessoas agradeceram a intercessão do Servo de Deus Guido, que está em processo de beatificação, como Tatiana Ribeiro. “O Guido apareceu num pedido desesperado de uma mãe para mostrar exatamente onde estava a minha fístula. Eu me curei há cinco anos e hoje estou aqui”, lembrou.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.