Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 14/11/2019

14 de Novembro de 2019

Cardeal Tempesta preside Domingo de Ramos na Catedral Metropolitana de São Sebastião

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

14 de Novembro de 2019

Cardeal Tempesta preside Domingo de Ramos na Catedral Metropolitana de São Sebastião

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

14/04/2019 13:12 - Atualizado em 14/04/2019 13:18
Por: Raphael Freire

Cardeal Tempesta preside Domingo de Ramos na Catedral Metropolitana de São Sebastião 0

Recordando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, neste domingo, 14 de abril, a Igreja celebra o Domingo de Ramos, chamado assim porque, na ocasião, o povo cortou folhas de palmeiras para cobrir o chão por onde Cristo passou montado num jumento, poucos dias antes de padecer na cruz. Na Catedral Metropolitana de São Sebastião, o arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, presidiu a celebração com a Bênção e a Procissão dos Ramos.

Dom Orani recordou que os jovens comemoram a Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) como uma versão diocesana da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). No mesmo dia, jovens do mundo inteiro se reúnem em suas dioceses para festejar e partilhar. O evento acontece desde a criação da JMJ, na década de 1980, pelo então Papa São João Paulo II, e neste ano traz como tema “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1, 38), fomentando o Ano Vocacional Sacerdotal.

“Nesse ano vocacional arquidiocesano nós bendizemos a Deus por tantas e belas vocações que temos na igreja do Rio de Janeiro, em especial, pelas nossas vocações sacerdotais. Ao mesmo tempo, também pedimos ao Senhor por todas as realidades em que estão inseridos os nossos jovens... Seja nas paróquias, nos vários movimentos e pastorais, por aqueles que estão presos pela droga ou pelo álcool, aqueles que estão afastados de Deus, pelos que estão privados de liberdade, enfim... Em tantas outras situações que a Igreja olha com carinho e busca anunciar Jesus Cristo”, afirmou Cardeal Tempesta.

O arcebispo destacou ainda o significado do Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, ressaltando a importância de aclamarmos Aquele que veio, vem e virá – Jesus Cristo, Nosso Senhor – e dá sentido as nossas cruzes e as nossas vidas, nos dando a certeza da vida nova.

“Com esta Procissão dos Ramos queremos também fazer a nossa parte de atualização, de acolher Jesus Cristo. Quando chega à Jerusalém, sua cidade, Ele é acolhido pelos filhos dos Hebreus que cantam com ramos de oliveira: ‘Bendito o que nos vem em nome do Senhor! Jesus, rei de Israel, hosana nas alturas!’ Que também nós, jovens e adultos, crianças e idosos, casados e solteiros, consagrados e leigos, possamos encontrar e acolher Jesus Cristo que vem e passa em nossas vidas. Bendito o que vem em nome do Senhor! Nós precisamos vê-lo e encontrá-lo! Que após esses 40 dias de quaresma a gente possa anunciar nessa semana a alegria de estar com o Cristo e proclamar, no próximo domingo, a Páscoa do Senhor, que vence o pecado e a morte. Com os ramos nas mãos, fazemos esse gesto de atualização e aclamamos Aquele que veio, vem e virá: Jesus Cristo, Nosso Senhor, que dá sentido as nossas cruzes, as nossas vidas, e nos dá a certeza da vida nova”, concluiu Dom Orani.

>> Ouça a homilia de Dom Orani João Tempesta na íntegra <<



Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.