Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/06/2019

18 de Junho de 2019

Fraternidade Franciscana Secular celebra 400 anos

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Junho de 2019

Fraternidade Franciscana Secular celebra 400 anos

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

23/03/2019 00:00 - Atualizado em 23/03/2019 14:03
Por: Nathalia Cardoso

Fraternidade Franciscana Secular celebra 400 anos 0

A Fraternidade Franciscana Secular de São Francisco da Penitência, integrante da Ordem Franciscana Secular (OFS), da Venerável Ordem Terceira (VOT), este ano completa 400 anos de história. A celebração em ação de graças foi no dia 23 de março, presidida pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, na Igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência, no Largo da Carioca. O local guarda registros da história do Brasil e da arte.

“Temos que agradecer muito a Deus. Nesses 400 anos, muitas coisas aconteceram na cidade do Rio de Janeiro, mas seguimos aqui. Temos uma igreja tão rica e tão linda. E precisamos agradecer pelo desprendimento dos irmãos que, ao longo de todos esses anos, foram doando seu tempo e seus bens para as construções do hospital, do museu e da igreja, e que tivéssemos tantas outras conquistas. Que possamos, cada vez mais, amar São Francisco, por tudo o que ele nos ensina: o desprendimento, a disposição em ajudar e consolar. Minha alegria é imensa, por participar dessa celebração e dessa história”, afirmou Valéria da Costa Pinheiro, atual ministra do conselho da fraternidade – a mudança ministerial acontece a cada três anos.

A Fraternidade Franciscana Secularatua hoje na preservação do patrimônio histórico e cultural da OFS. No Largo da Carioca, conta com 12 irmãos professos e seis em formação, que é composta por três anos de estudos e aprendizado sobre a vida de São Francisco de Assis.

A fraternidade fica na mesma área do Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, e tem oito mil metros quadrados de extensão. Em frente, ficava o Hospital da VOT, que em 1907 foi demolido e reconstruído na Usina, na Tijuca. Atualmente, é administrado pelos frades da Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus e se chama Hospital São Francisco de Assis na Penitência de Deus.

“Temos uma história muito bonita em que nossos imperadores, Dom Pedro I e Dom Pedro II, e a Princesa Isabel eram da VOT. E eles frequentavam nossa igreja. Portanto, tem toda uma trajetória muito bonita aqui que também faz parte da História do Brasil”, pontuou.

A área pertencente à fraternidade conta com a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência e suas capelas, incluindo a Capela Primitiva, a primeira construída; o Museu Sacro Franciscano; biblioteca; jardins e pomar – locais para meditação, oração e encontros de pequenos grupos.

A administração da VOT instituiu a procissão denominada de “Cinzas”, em 1647, que saía pelas ruas do Centro, na Quarta-feira de Cinzas, com muito empenho da fraternidade e dos demais participantes. A procissão, reorganizada em 1800, só deixou de sair às ruas em 1862.

Surgimento

O embrião da história da Fraternidade tem início em 1208, quando São Francisco de Assis fundou a Primeira Ordem, dos Frades Menores, em Assis, na Itália. Anos depois, em 2012, com a chegada de Clara de Assis à Ordem Franciscana, foi fundada a Segunda Ordem, das freiras, as Irmãs Clarissas. Por fim, a Terceira Ordem – ou Ordem Terceira – foi criada, em 1221. Hoje é conhecida como Ordem Secular ou dos leigos.

Esta última é voltada aos leigos que desejam seguir os preceitos de São Francisco de Assis de forma organizada, mas não são consagrados. “Temos a fraternidade em Roma, no Vaticano, uma em âmbito nacional e as regionais e locais. Nós somos uma das fraternidades locais: a Fraternidade Franciscana Secular de São Francisco da Penitência”, explicou Valéria.

No Rio de Janeiro, há algumas fraternidades locais, nas paróquias, nos diferentes bairros, mas a do Largo da Carioca foi a primeira da cidade. O Convento de Santo Antônio foi fundado e é mantido pela Ordem dos Frades Menores.

“Em 1619, os terceiros, da Ordem Terceira de Lisboa, Luiz de Figueiredo e sua esposa, Antônia Carneiro, noviços, vieram para o Rio de Janeiro e procuraram, naturalmente, o Convento de Santo Antônio, que era onde estavam os franciscanos da Ordem Primeira. E aqui se fixaram”, contou a ministra.

Os frades menores, quando os irmãos da fraternidade chegaram ao Rio, cederam um espaço do convento para que eles pudessem se estabelecer e consolidar a fraternidade na cidade. Nesse espaço fica a Capela Primitiva, da Imaculada Conceição, construída para abrigá-los. Depois disso, foram sendo erigidas outras fraternidades em outros bairros.

Museu e história

Em 1933, foi fundado o Museu Sacro Franciscano, anexo à igreja, com peças doadas pelos imperadores. A mantenedora era a VOT, que conseguiu deixá-lo aberto até 1960. Depois disso, só reabriu em 2003, após um investimento do BNDES em reformas.

“Atualmente, recebemos muitos passeios escolares e professores. Eles vêm em busca de conhecer e entender um pouco mais da arte barroca porque nossa igreja é totalmente barroca”, afirmou Valéria.

A fraternidade é guardiã do museu. A instituição está se estruturando para oferecer cursos voltados à arte e arquitetura. “Nossa ideia é fazer um projeto que tenha interações com escolas e universidades”, disse. “Seguimos o Evangelho à maneira de São Francisco de Assis, levando ao outro a paz e o bem”, concluiu ela.

São Francisco dedicou sua vida ao cuidado com os pobres e os doentes, e foi viver com eles, a fim de tratá-los quando doentes. Assim morreu, após contrair ele mesmo uma doença letal. “Buscamos a paz, o bem e estar prontos para atender a quem precisa. Nosso trabalho atual mais específico é esse voltado à educação. Queremos fazer com que a juventude possa perceber a importância da nossa história e da arte”, pontuou.

Informações sobre visitação, valores e a história da fraternidade e da VOT podem ser encontradas no site museusacrofranciscano.org.br/informacoes.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.