Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/06/2019

18 de Junho de 2019

Cardeal Tempesta celebra Missa em honra a São José na Arquidiocese do Rio

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Junho de 2019

Cardeal Tempesta celebra Missa em honra a São José na Arquidiocese do Rio

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

19/03/2019 22:22 - Atualizado em 19/03/2019 22:24
Por: Raphael Freire / Symone Matias

Cardeal Tempesta celebra Missa em honra a São José na Arquidiocese do Rio 0

Nesta terça-feira, 19 de março, celebra-se a memória litúrgica de São José, pai adotivo de Jesus e aquele que, com seu silêncio, obediência e coragem, abraçou o Senhor da Vida. Padroeiro da Igreja Universal e também do Seminário Arquidiocesano, o Santo é também reconhecido como ‘o justo’, não pela simples observância da Lei, mas devido à sua profunda escuta à vontade de Deus. Para lembrar o castíssimo esposo de Maria e cuidadoso guardião de Jesus, a Arquidiocese do Rio de Janeiro celebrou a Solenidade de São José, na Igreja de São Pedro, em Missa presidida pelo arcebispo, Cardeal Orani João Tempesta. A Eucaristia, concelebrada pelos bispos auxiliares e eméritos, contou também com a presença dos seminaristas, padres formadores e demais membros do clero.

Durante a homilia, Dom Orani destacou a beleza de se contemplar a figura de São José, um homem justo que, no silêncio, acreditou e colocou em prática a Palavra de Deus.     

“Celebrar o Padroeiro do nosso seminário, Padroeiro Universal da Igreja, esposo de Maria e pai adotivo de Jesus nos faz olhar para a própria figura de São José como um homem justo que não quis difamar Maria, mas, pelo contrário, após a revelação, assume sua missão, sua responsabilidade de cuidar da Sagrada Família. Contemplamos esse homem de fé que acreditou e deixou o plano de Deus se cumprir em sua vida, e ao observarmos seu testemunho reconhecemos que o Senhor também convida toda a Igreja e cada um de nós a dizer o nosso sim ao plano de Deus e a vontade do Pai, assim como fez São José”, afirmou o Cardeal.

Dom Orani também ressaltou a importância da invocação a São José, em especial, como um grande intercessor da juventude, da Igreja e das vocações, sobretudo, neste Ano Vocacional Sacerdotal.

“Estamos assistindo estarrecidos a tantos casos de violência, mortes, matanças e muitas outras situações em que parece que não existe mais o bom senso e nem a importância do valor da vida. Por isso, cada vez mais, somos chamados a invocar a proteção de São José para os nossos jovens, pedindo que assim como ele educou e esteve junto a Jesus, possa também educar e interceder por toda a sociedade que passa por esse momento histórico de perda de valores. Além disso, é importante pedirmos também a intercessão de São José por toda a Igreja, tendo em vista os muitos ataques e situações que temos sofrido. Que o Padroeiro Universal da Igreja possa prover as necessidades da Igreja hoje para que não falte o necessário e para que continuemos a nossa missão evangelizadora. Faz-se necessário rezar também e pedir pelos jovens que Deus escolheu e chamou para fazer o caminho de formação para o presbiterato em nosso Seminário Arquidiocesano de São José. Assim como cuidou da Sagrada Família tirando Jesus e Maria da ameaça de morte e cuidando de ambos até o final de sua vida, que o padroeiro de nosso seminário também seja aquele cuidador e intercessor de todos os nossos seminaristas para que no meio de tantas situações que querem matar a vida, a vocação e o chamado de cada um deles São José interceda por todos”, afirmou o arcebispo.

São José, homem justo e temente a Deus, não é nada mais senão um sinal D’Ele no meio do povo. E este sinal inspira numerosas vocações que procuram o Seminário Arquidiocesano de São José para seguirem a vida sacerdotal. O reitor da instituição, cônego Leandro Câmara, falou da gratidão a Deus pela oportunidade de acompanhar, juntamente com todos os demais formadores, o itinerário formativo dos futuros pastores da Santa Igreja de Deus.

“O coração do padre reitor e de todos os formadores está cheio de gratidão a Deus nesta celebração. Somos gratos pela graça de Deus que não nos tem faltado mediante aos mais diversos desafios que é levar adiante essa importante missão de formar os futuros pastores da Igreja. Além disso, louvamos ao Pai por cada seminarista... Pela vida, existência e vocação de cada um. É em razão deles que nós estamos aqui, é por eles que nós nos comprometemos a levar adiante, a exemplo de São José, aquilo que a Igreja nos confiou como missão, que é pastorear a caminhada vocacional deles ajudando no discernimento. Pedimos a toda Igreja e a todos os fieis da Arquidiocese do Rio de Janeiro que continuem rezando por nós formadores e seminaristas, principalmente, ao longo de todo esse ano em que nós estaremos comemorando os 280 anos de fundação do Seminário Arquidiocesano de São José”, concluiu cônego Leandro.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.