Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/05/2019

20 de Maio de 2019

Fraternidade e espírito de equipe marcam as Olimpíadas dos Seminaristas

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Maio de 2019

Fraternidade e espírito de equipe marcam as Olimpíadas dos Seminaristas

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/03/2019 10:34 - Atualizado em 15/03/2019 10:34
Por: Priscila Xavier / Symone Matias

Fraternidade e espírito de equipe marcam as Olimpíadas dos Seminaristas 0

Uma oportunidade para celebrar a unidade, a fraternidade e o espírito de equipe. Esses foram os adjetivos que marcaram a 30º edição das Olimpíadas do Seminário Arquidiocesano de São José, que aconteceu na Fazenda São Joaquim das Arcas, em Itaipava, entre os dias 22 e 27 de fevereiro.

Com a presença de cerca de 150 seminaristas, as seis comunidades do seminário participaram de disputas em 20 modalidades esportivas. A proposta do evento é promover a interação, e valorizar a importância da prática da atividade física na vida dos futuros pastores da Igreja.

Idealizador das Olimpíadas, o professor de educação física Júlio Carlos da Silva, que há mais de 30 anos atua no seminário, contou como surgiu a iniciativa. “Quando ingressei, nos dois primeiros anos, só lecionava educação física. Mas percebemos que, com as aulas das modalidades, poderíamos realizar uma Olimpíada abrangendo outros esportes e o maior número de seminaristas, num curto espaço de tempo. Elas aconteciam somente no seminário. Mas, há dez anos, passamos a dividir o evento com Itaipava; aumentou o número de modalidades”, recordou.

Segundo o professor, as Olimpíadas também são um incentivo para a prática de esportes, mesmo após a ordenação sacerdotal. “Nas aulas, a gente busca fazer com que eles se integrem mais. Outra finalidade é a de que eles adquiram organização, disciplina, cooperação entre eles e o interesse pela prática esportiva, levando esses ensinamentos para a vida, bem como a realização de atividade física”, pontuou.

Essa é a terceira Olimpíada do seminarista Fernando Elias Júnior, e nessa atuou na comissão técnica. De acordo com ele, “além de educativo, também é um momento de partilha e confraternização. É o período em que voltamos das férias e nos integramos com as comunidades. Tivemos seminaristas inscritos em todas as modalidades, e cada um pode contribuir no esporte. Somos divididos por comunidades, e cada uma produz a camisa e a bandeira do grupo, e leva, também, instrumentos musicais para a torcida”, contou.

Já o seminarista Luiz Gustavo Nascimento, que também participou pela terceira vez e que pertence à Comunidade São José de Anchieta, campeã no vôlei, destacou que “essa é uma das oportunidades que o seminário nos proporciona para crescermos, cada vez mais, em fraternidade, no amor ao próximo e na união com aqueles que, futuramente, serão meus irmãos de presbitério. Participei da modalidade vôlei, e acredito que o esporte nos ajuda, cada vez mais, na questão dos princípios e do espírito de equipe”, disse.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.