Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 22/09/2019

22 de Setembro de 2019

Dom João: clareza e decisão do Papa para proteger os menores

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

22 de Setembro de 2019

Dom João: clareza e decisão do Papa para proteger os menores

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/02/2019 10:16 - Atualizado em 12/02/2019 10:16
Por: Bianca Fraccalvieri – Vatican News

Dom João: clareza e decisão do Papa para proteger os menores 0

Clareza e decisão: assim o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, Cardeal João Braz de Aviz, analisa o decisão do Papa Francisco de enfrentar o tema da proteção dos menores.

O Pontífice convocou no Vaticano para a próxima semana, de 21 a 24 de fevereiro, os presidentes das Conferências Episcopais para refletir e traçar linhas de ação comuns a toda a Igreja.

Em entrevista ao Vatican News, o cardeal brasileiro explica de que modo o tema é tratado em sua Congregação:



Nós estamos muito estreitamente ligados à convicção daquilo que o Papa Francisco nos diz, de que precisa neste campo muita clareza e decisão. O problema existe e precisa ser tocado de frente. Teremos esta reunião dia 21 à qual o Papa dá muito peso, aliás, são quatro dias de reuniões. É uma reunião bastante profunda, acho que será um momento marcante, também pelos campos: psicológico, antropológico, doutrinal, moral, que serão tocados. Nós entramos nisso enquanto também no meio dos religiosos, dos consagrados, o problema existe. Nós não podemos negar, porque chegam os casos aqui na Congregação. Esses casos são seguidos, são de vários tipos e nós temos já aqui dentro da própria Congregação um dos nossos membros que está ligado à Comissão do Vaticano para apurar essas questões. Então nós colaboramos estreitamente realmente para que as coisas caminhem. Não nos omitimos, procuramos não nos omitir diante daquilo que compete a nós, este campo dos religiosos e das religiosas, porque o problema não existe só no meio dos homens, mas também no meio das mulheres e a Igreja precisa ser purificada. Acho que quando o Papa insiste nesta questão, é um ponto que precisa ser resolvido e nós precisamos colaborar.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.