Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 13º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/07/2019

18 de Julho de 2019

Dia Mundial do Doente nas paróquias e hospitais do Rio

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Julho de 2019

Dia Mundial do Doente nas paróquias e hospitais do Rio

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

08/02/2019 10:35 - Atualizado em 08/02/2019 10:39
Por: Raphael Freire

Dia Mundial do Doente nas paróquias e hospitais do Rio 0

A Igreja Católica celebra, no dia 11 de fevereiro, o 27° Dia Mundial do Doente, data instituída pelo então Papa São João Paulo II, no dia 13 de maio de 1992. No dia 11 também é celebrada a memória litúrgica de Nossa Senhora de Lourdes – padroeira dos doentes –, e em atenção à data, neste ano de 2019, a Arquidiocese do Rio de Janeiro realizará um tríduo com missas, entre os dias 9 e 11, em todas as paróquias e hospitais da cidade, sob a organização dos agentes da Pastoral da Saúde - missionários da caridade, que levam ternura, palavras de amor e ministram a escuta aos enfermos, seus familiares e profissionais.

Com o tema: “Recebestes de graça, dai de graça” (Mt 10, 8), o dia 9 de fevereiro será marcado pela missa “O Rio Celebra”, no Hospital Mário Kroeff, na Penha, com transmissão ao vivo para todo o Brasil, às 9h, pela RedeVida de Televisão, WebTV Redentor e Rádio Catedral FM 106,7, presidida pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta. Ainda no mesmo dia, o bispo auxiliar e animador da Pastoral da Saúde, Dom Paulo Celso Dias do Nascimento, celebrará a Eucaristia, às 15h, no Hospital Municipal Rocha Faria (HMRF). Ele destacou a importância do Dia Mundial do Enfermo não só em ações pastorais, mas também em atitudes políticas concretas em prol de uma saúde pública digna e mais humanizada.

“A Igreja, voltada também para a Pastoral da Saúde, inicia o ano com essa grande atividade e mobilização para a oração e para a consciência da necessidade de ser presença no mundo da saúde. O Papa Francisco nos apresenta este tema: “Recebestes de graça, dai de graça” (Mt 10, 8), apontando que nós precisamos, cada vez mais, nos lembrar da importância da presença da Igreja junto aos enfermos. Precisamos ser uma Igreja viva, samaritana, em especial, neste tempo em que a saúde pública passa por uma crise tão grande. Precisamos, cada vez mais, nos unirmos para reivindicar uma saúde mais digna para todas as pessoas, sendo presença também na vida comunitária, na construção das políticas públicas, nos conselhos, tendo essa consciência de cidadania e de que a saúde não pode ser apenas um negócio. É preciso resgatar o valor e a importância da saúde pública para todos, justamente para que todos tenham mais vida e mais saúde”, ressaltou Dom Paulo Celso.

Pastoral da Saúde

O bispo auxiliar recordou, ainda, a necessidade de mais cristãos católicos se colocarem à disposição para atuarem como agentes da Pastoral da Saúde nos mais de 70 hospitais em que voluntários atuam em toda cidade do Rio de Janeiro. Animador da Pastoral, Dom Paulo Celso disse que é importante valorizar os agentes, e afirmou que “quem se coloca à disposição para realizar um trabalho voluntário tem menos chances de ter depressão”.

“Nós precisamos, cada vez mais, valorizar a Pastoral da Saúde e os voluntários que, com muito amor e empenho, se dedicam e se deslocam para as unidades hospitalares, e realizam um trabalho maravilhoso. Nossa busca é crescer cada vez mais e convidar as pessoas para abraçarem essa causa, a ponto de atingirmos todos os hospitais dessa nossa grande cidade. Não temos dúvidas de que ao transmitir amor àqueles que mais sofrem, nós crescemos humanamente. Eles nos trazem uma nova esperança, e nós recebemos muito mais do que damos. Faz bem para o corpo e para a alma trabalhar na Pastoral da Saúde”, pontuou.

Missas pelo Dia Mundial do Doente

Segue a programação das missas pelo Dia do Doente na Arquidiocese do Rio:

Sábado, dia 9 de fevereiro

Hospital Mário Kroeff, às 9h - Rua Magé, 326 - Penha

Hospital Municipal Rocha Faria, às 15h - Avenida Cesário de Melo, 3.215 - Campo Grande

Hospital Federal de Bonsucesso, às 15h - Avenida Londres, 616 - Bonsucesso

Domingo, dia 10 de fevereiro

Hospital Municipal Souza Aguiar, às 11h30 - Praça da República, 111 - Centro

Hospital Federal dos Servidores do Estado, às 9h - Rua Sacadura Cabral, 178 - Saúde


Segunda-feira, dia 11 de fevereiro

Hospital Municipal Rocha Maia, às 10h - Rua General Severiano, 91 - Botafogo

Hospital Federal Cardoso Fontes, às 10h - Avenida Menezes Cortes, 3.245 - Jacarepaguá

Hospital Municipal Francisco da Silva Telles, às 10h - Avenida Ubirajara, 25 - Irajá

Hospital Federal da Lagoa, às 11h - Rua Jardim Botânico, 501 - Jardim Botânico

Hospital Universitário Pedro Ernesto, às 14h - Boulevard 28 de Setembro, 77 - Vila Isabel

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.