Arquidiocese do Rio de Janeiro

32º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 19/11/2018

19 de Novembro de 2018

Papa abençoa barco-hospital que atenderá populações ribeirinhas

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

19 de Novembro de 2018

Papa abençoa barco-hospital que atenderá populações ribeirinhas

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

09/11/2018 11:38 - Atualizado em 09/11/2018 11:38
Por: Carlos Moioli / Priscila Xavier

Papa abençoa barco-hospital que atenderá populações ribeirinhas 0

As comunidades ribeirinhas que vivem na Bacia Amazônica do Pará poderão contar, a partir de fevereiro do próximo ano, com o apoio do barco-hospital Papa Francisco, cujo projeto recebeu a bênção do Pontífice, no dia 5 de novembro, no Vaticano. A iniciativa foi apresentada pelo bispo de Óbidos, no Pará, Dom Bernardo Bahlmann, e pelo idealizador da missão, frei Francisco Belotti.

De acordo com frei Belotti, a ideia surgiu durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio, em 2013, quando o Pontífice visitou o Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus, na Tijuca, e questionou frei Belotti sobre a presença da fraternidade na Amazônia, que será sede do próximo Sínodo dos Bispos. “Respondi que ainda não estávamos naquela região. E ele acrescentou: ‘Então vocês devem ir. Não mude o caminho’. Ao apresentarmos o trabalho, fruto daquela fala que se transformou em oração, ele nos disse: ‘Isso é a Providência’”, afirmou frei Francisco.

A missão

Buscando responder ao apelo do Papa, tanto no pedido durante a JMJ quanto nas encíclicas escritas por ele, a fraternidade criou duas unidades hospitalares: uma em Óbidos e outra em Juruti, ambas municípios do Estado do Pará. “Mas percebemos que as pessoas tinham dificuldades em chegar a esses hospitais. Por isso, ouvindo as palavras do Papa de uma Igreja em saída, pensamos de o hospital ir à população. Dessa forma, surgiu o barco-hospital Papa Francisco”, recordou.

Para a realização do projeto, contou-se com recursos do Ministério Público Federal, da sede de Campinas, em São Paulo, o qual financiou a construção do barco e ficará responsável pela manutenção do mesmo pelos próximos cinco anos. Além disso, há, ainda, a necessidade de parcerias para o custeio dos gastos, os quais serão feitos por meio de campanhas no Brasil, na Alemanha e na Itália.

O modelo tem 35 metros de comprimento, deslocamento de 190T e velocidade de 11 nós. O barco, com capacidade para 20 profissionais, atenderá cerca de 700 mil pessoas, em mil comunidades ribeirinhas, distribuídas por 12 municípios da Bacia Amazônica do Pará. Nele serão oferecidos serviços odontológicos, equipado com centro cirúrgico, enfermaria, farmácia, raio X, mamógrafo e aparelho de ultrassonografia.

Porém, além da tripulação formada por profissionais de saúde, o barco-hospital também contará com uma equipe de missionários. Foi o que destacou o diretor geral do Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus, frei Paulo Batista. “Além da equipe médica, teremos uma equipe de evangelizadores, com a participação de um sacerdote, que presidirá as celebrações eucarísticas. Conforme orientações dos bispos locais, buscaremos levar, também, os sacramentos às comunidades. A ideia é que uma equipe chegue aos locais antes do barco para uma triagem dos que serão atendidos, mas também para preparar e celebrar com o povo”, relatou.

Ainda segundo o religioso, outras congregações e fraternidades também atuarão no barco como evangelizadores. “Queremos, por meio da saúde, do cuidado e da assistência, levar o amor de Deus e o auxílio àqueles que mais precisam”, completou.

Para o sacerdote, o projeto será um legado para o Sínodo da Amazônia. “Esse será um legado da Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus para o Sínodo e, já no próximo ano, estará nas águas do rio Amazonas, juntamente com um serviço apostólico, por meio da bênção e assistência do bispo de Óbidos, Dom Bernardo”, concluiu.

Para quem deseja saber mais sobre o projeto e vivenciar uma experiência de missão, pode entrar em contato com frei Paulo no Hospital São Francisco de Assis na Providência de Deus, que fica na Rua Conde de Bonfim, 1.033, na Tijuca, ou através do telefone: 2571- 6242.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.