Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/11/2018

18 de Novembro de 2018

Círio de Nazaré Rio: fidelidade a Deus e à Virgem Maria

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Novembro de 2018

Círio de Nazaré Rio: fidelidade a Deus e à Virgem Maria

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

31/08/2018 20:14 - Atualizado em 31/08/2018 20:14
Por: Reportagem: Giselle Martello / Texto: Raphael Freire

Círio de Nazaré Rio: fidelidade a Deus e à Virgem Maria 0

temp_titlecirio_de_nazare_2018_6_31082018200504

O Círio de Nazaré, uma das maiores manifestações religiosas em homenagem a Nossa Senhora, chegou novamente ao Rio de Janeiro e na manhã desta sexta-feira, 31 de agosto, o arcebispo Dom Orani João Tempesta recebeu a imagem peregrina da padroeira dos paraenses e rainha da Amazônia na Base Aérea do Galeão. O cardeal recordou que esta é a 10ª edição da peregrinação na cidade e refletiu, durante a celebração missionária, sobre o tema do Círio neste ano: “Uma jovem chamada Maria”.

“A temática do Círio de Belém, que refletimos também aqui no Rio, traz à memória este grande ano que nós estamos vivendo. Em outubro teremos o Sínodo dos Bispos sobre a juventude e, com isso, vemos e reconhecemos que Maria foi uma jovem que ao seu tempo disse sim ao plano de Deus. Já em janeiro celebraremos a Jornada Mundial da Juventude no Panamá, e através desses importantes momentos, queremos pedir a Deus, por meio da intercessão de Maria, a graça de saber evangelizar a juventude – em sua maioria leiga – cada vez mais e melhor, e que eles possam ser os protagonistas de um mundo novo através do testemunho de suas próprias vidas”, disse Dom Orani.

Após o ato litúrgico, o arcebispo do Rio entregou a imagem vinda de Belém do Pará para o pároco da Igreja Nossa Senhora de Nazareth, no Caramujo, em Niterói, frei José Goretti Pio; e para o pároco da Igreja São Francisco de Assis, no Apollo II, em Itaboraí, padre Leandro Freire, que representaram toda a comunidade arquidiocesana da "Cidade Sorriso", como é conhecido o município de Niterói, na Região Metropolitana do estado. Pela primeira vez, o cortejo seguiu em direção ao Complexo Naval da Ilha de Mocanguê, onde foi realizada uma celebração com os oficiais da Marinha. O Contra-Almirante Carlos Eduardo Dantas, Chefe do Estado-Maior da Esquadra, falou sobre a história de devoção dos militares católicos da Marinha à rainha da Amazônia.

“Essa é a primeira vez que nós recebemos a visita da Virgem de Nazaré aqui no Complexo Naval de Mocanguê. A Marinha tem uma devoção especial representada pelos seus militares católicos pela Mãe de Jesus. Nós estamos presentes desde o século XVII no Pará e essa devoção surgiu, com certeza, sendo acompanhada com o coração dos militares da Marinha que lá se encontram desde aquela época. Este é um momento de jubilo e de muita alegria para nós que servimos nos nossos navios e nas organizações que nos apoiam aqui em Mocanguê. Poder viver esse momento de veneração à Maria e de adoração a Deus é muito gratificante porque temos a certeza de sua presença no meio de nós”, testemunhou o militar.

Em seguida, a comitiva conduziu a imagem peregrina até a Catedral de São João Batista, no Centro de Niterói, onde o arcebispo emérito Dom Alano Maria Pena presidiu a Santa Missa. O pároco da Catedral, padre Wallace Dahan dos Santos, ressaltou a devoção dos fiéis à Virgem de Nazaré e destacou o crescimento espiritual que o Círio proporciona.

“Todos os anos temos a alegria de receber a imagem peregrina que já se torna muito conhecida devido ao Círio de Nazaré, que não é apenas uma festa religiosa local de Belém do Pará, mas se espalha para o Brasil inteiro. Devido a isso, muitos devotos aqui do Rio e de Niterói são bem próximos da história e da imagem de Nossa Senhora de Nazaré. Vivenciamos este momento com grande alegria porque Maria vem ao encontro dos seus filhos e a cada ano a gente percebe, por meio da visita da imagem peregrina, uma espiritualidade maior, um crescimento dos católicos na fé e na convicção a cerca da devoção mariana na vida do católico, e isso traz para nós, padres, uma alegria imensa em perceber que o povo cresce no desejo de Deus. E Maria vem exatamente pra isso: para despertar em nós um amor cada vez maior pelo seu filho Jesus”, afirmou padre Wallace.

Na Estação das Barcas, a Arquidiocese de Niterói entregou a imagem peregrina novamente a Arquidiocese do Rio, que durante à tarde a conduziu à Dufry do Brasil, no Centro. Como é tradicionalmente realizado, o cortejo seguiu em deslocamento marítimo para Paquetá, onde Dom Orani Tempesta presidiu a Santa Missa. Ao chegar à ilha mais famosa e histórica da Baía da Guanabara, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré foi recepcionada pelo pároco da Igreja Senhor Bom Jesus do Monte, padre Nixon Bezerra de Brito, e por fiéis da comunidade que seguiram em procissão até a Capela São Roque, onde foi realizada a Celebração Eucarística.    

Em sua homilia, Cardeal Tempesta ressaltou a necessidade de cada vez mais os cristãos católicos serem fiéis a Deus e se fazerem presentes nos diversos setores da sociedade, testemunhando assim como Maria, que traz o Menino Jesus em seus braços, a misericórdia de Deus.

“Receber a imagem peregrina é uma ocasião para reavivarmos o nosso fervor mariano e, sem dúvida, aquele que encontra em Maria seu alento, sua inspiração, se aproxima cada vez mais de Jesus. Nesse momento em que nos aproximamos de Nossa Senhora, colocamos cada vez mais Jesus Cristo no centro de nossas vidas. Que ao olharmos o exemplo de Maria, também nós, aprendamos a dizer e a viver o nosso sim a Deus. Somos chamados, enquanto cristãos, a vivermos a fidelidade a Deus assim como Maria”, exortou o Cardeal.   

Considerada, mundialmente, como uma das maiores manifestações populares em honra a Mãe de Deus, o Círio de Nazaré é sempre realizado no segundo domingo de outubro em Belém, no Pará. No Rio de Janeiro, além da comitiva arquidiocesana, o Círio conta ainda com as presenças dos membros da diretoria da festa e da guarda de Nazaré, dentre eles, o reitor da Basílica Santuário, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, e o casal coordenador do Círio 2018, Cláudio e Lilian Acatauassú.     

 

Confira a programação do Círio no Rio:

 

Sábado, dia 1° de setembro

9h - Missa “O Rio Celebra” - Apresentação do bispo coadjutor de Nova Iguaçu, Dom Gilson Andrade da Silva, na Catedral de Santo Antônio, Avenida Marechal Floriano Peixoto, 2.264 - em Nova Iguaçu.

12h30 - Capela Nossa Senhora de Nazaré, Rua São Marcelo, 15 - Camorim.

14h30 - Visita à Paróquia Nossa Senhora do Loreto, Ladeira da Freguesia, 375 - Freguesia

15h30 - Visita à Casa Nossa Senhora de Belém, Rua Edgar Werneck, 217 - Pechincha

16h - Terço no Colégio Santo Antônio, Rua Edgar Werneck, 431 - Pechincha

17h30 - Missa e Crisma na Paróquia Jesus de Nazaré - Rua Ivanildo Alves, 83 - Maré - Bonsucesso

20h - Chegada à Igreja Nossa Senhora de Nazaré, Anchieta (acolhimento, missa e vigília durante toda a noite)

Domingo, dia 2 de setembro

9h - Missa na Igreja São Paulo Apóstolo, Rua Barão de Ipanema, 85 - Copacabana

10h30 - Visita ao Instituto Brando Barbosa (IBB), na Rua Lopes Quintas, Jardim Botânico, com o lançamento do livro ‘Guarda o Círio de Nazaré’, da fotógrafa paulista Soraya Montanheiro.

11h45 - Missa na Basílica Santuário de São Sebastião - Rua Haddock Lobo, 266 - Tijuca

13h30 - Visita ao Centro de Tradições Nordestinas, São Cristóvão

15h30 - Visita à Capela Nossa Senhora de Nazaré, Praça Amazônia, s/n - Cacuia

17h - Chegada na Paróquia Nossa Senhora de Nazaré e Santos Mártires Ugandenses, Acari (MiniCírio, em seguida missa)

temp_titlecirio_de_nazare_2018_7_31082018200506

temp_titlecirio_de_nazare_2018_1_31082018200452

temp_titlecirio_de_nazare_2018_2_31082018200455

temp_titlecirio_de_nazare_2018_5_31082018200501

temp_titlecirio_de_nazare_2018_10_31082018200513

temp_titlecirio_de_nazare_2018_17_31082018200524

temp_titlecirio_de_nazare_2018_4_31082018200459

temp_titlecirio_de_nazare_2018_19_31082018200526

temp_titlecirio_de_nazare_2018_3_31082018200457

temp_titlecirio_de_nazare_2018_8_31082018200509

temp_titlecirio_de_nazare_2018_9_31082018200511

temp_titlecirio_de_nazare_2018_11_31082018200515

temp_titlecirio_de_nazare_2018_12_31082018200517

temp_titlecirio_de_nazare_2018_14_31082018200519

temp_titlecirio_de_nazare_2018_20_31082018200528

temp_titlecirio_de_nazare_2018_15_31082018200521

temp_titlecirio_de_nazare_2018_16_31082018200523

temp_titlecirio_de_nazare_2018_21_31082018200530

Fotos: Gustavo de Oliveira

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.