Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/11/2018

18 de Novembro de 2018

De pouquinho em pouquinho

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Novembro de 2018

De pouquinho em pouquinho

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

31/08/2018 13:03 - Atualizado em 03/09/2018 20:59
Por: Nathalia Cardoso / Nice Affonso

De pouquinho em pouquinho 0

temp_titleOrminda_Ribeiro_4_03092018205551

Somos gratos a Deus pela generosidade de tantas pessoas que já se tornaram Amigas do Cristo. Sensibilizadas pelos apelos da Arquidiocese do Rio de Janeiro em prol do Santuário Cristo Redentor e seus projetos sociais e culturais, cada uma colabora conforme suas possibilidades. E é o pouquinho doado por esses homens e mulheres de boa vontade, que se dispõem a investir nessa empreitada, que renova as esperanças de um dia chegarmos à arrecadação necessária para realizarmos cada vez melhor a missão de cuidar do Monumento-Símbolo do Brasil.

Orminda Ribeiro de Araujo é uma dessas pessoas disponíveis para lutar pelo Cristo Redentor.

Quem passa pela Rua Capistrano de Abreu, em Botafogo, na altura do número 44, pode ver o cartaz da Campanha Amigos do Cristo graças à Orminda Ribeiro de Araujo. A Amiga do Cristo, de 77 anos, tem uma barraca de doces há 22 anos no local e decidiu, além de contribuir com a sua doação, oferecer seu espaço de trabalho para ajudar na divulgação da campanha.

Ela nasceu em Parnaíba, no Piauí, em novembro de 1940. Aposentada, tem um casal de filhos e já é avó. Moradora da Comunidade Escondidinho, no Rio Comprido, frequenta a Paróquia Nossa Senhora da Glória, no Largo Do Machado. Ficou sabendo da Campanha Amigos do Cristo através das ondas da Rádio Catedral e se sentiu comovida com a situação do Cristo Redentor, que teve a oportunidade de conhecer há alguns anos atrás, quando foi ao santuário passar a noite de réveillon. Ao saber das dificuldades pelas quais a Igreja passa para manter o Monumento e o seu trabalho sociocultural, ela decidiu se tornar Amiga Colaboradora.

“Espero que a campanha cresça para que o Cristo Redentor e suas obras sociais não acabem”, disse.

Nosso muito obrigado à Orminda e a você, que, estimulado pelo gesto de generosidade dela, hoje também se torna um Amigo do Cristo.

temp_titleOrminda_Ribeiro_1_03092018205543

temp_titleOrminda_Ribeiro_3_03092018205548

temp_titleOrminda_Ribeiro_2_03092018205546

Fotos: Mônica Calixto


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.