Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 22/10/2018

22 de Outubro de 2018

Cardeal Orani Tempesta preside missa de encerramento da Festa do Centenário

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

22 de Outubro de 2018

Cardeal Orani Tempesta preside missa de encerramento da Festa do Centenário

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

06/08/2018 10:45 - Atualizado em 06/08/2018 10:46
Por: Site Diocese de Pesqueira (diocesedepesqueira.com.br)

Cardeal Orani Tempesta preside missa de encerramento da Festa do Centenário 0

Uma multidão tomou conta ontem, dia 5 de agosto, da Praça Dom José Lopes, em frente à Catedral Diocesana Santa Águeda em Pesqueira, para participar da solene concelebração eucarística com a qual foi encerrado o IV Congresso Eucarístico Diocesano e o Ano Jubilar da Diocese de Pesqueira ao celebrar os seus 100 anos de Vida e Missão.

Dezenas de sacerdotes da Diocese e outras dioceses vizinhas participaram também da celebração. Presentes ainda Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR, bispo diocesano,  Dom Egidio Bisol, bispo de Afogados da Ingazeira e Dom Fernando Barbosa, bispo da Prelazia de Tefé-AM.

A solenidade foi presidida pelo Emmo. Sr. Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta. Solenemente, a procissão de entrada saiu da capela Mãe dos Homens em direção ao presbitério, onde todos entoavam jubilosamente a o verso “as lições que nos educam na Eucaristia é que nos dás”.

Em sua homilia, Dom Orani partiu do versículo “conversavam sobre todas essas coisas pelo caminho” (Lc 23), enfatizando a necessidade de fazer memória, conversar sobre tudo o que aconteceu em nossa história ao longo dos 100 anos de vida e missão em nossa Diocese. Um outro momento é reconhecer Jesus presente no meio do seu povo pela Palavra e pela Eucaristia. A renovação da aliança foi lembrada como elemento importante do povo de Deus que tem uma missão na região.

O Cardeal ainda convidou a todos a renovar a Aliança com o Senhor, olhando com confiança e esperança pela frente, enviados em missão.

“Temos um longo caminho a percorrer em todas as instâncias.  Eu gostaria que acontecesse uma coisa no coração de cada pessoa que veio de perto ou de longe: ao ouvir a Palavra de Deus e na renovação da aliança, que os seus corações estejam afervorados, assim como os discípulos de Emaús. Nós somos homens e mulheres de esperança no Senhor que não nos deixa desanimar.”

Ainda na missa, um momento significativo se deu quando os índios das tribos Xucuru e Kapinawá trouxeram até ao altar as oferendas do pão e do vinho, ao som da flauta memby e da dança ritual própria de sua cultura.

Ao final da celebração, Dom José Luiz, depois dos devidos agradecimentos,Dom José Luiz apresentou para a multidão a sugestão de um gesto concreto do Congresso Eucarístico a ser vivenciado em todas as paróquias e comunidades da Diocese daqui pra frente. Cada uma deverá ter um cesto nas celebrações de final de semana onde serão arrecadados donativos de alimentos que, ao final de cada mês, serão destinados a famílias carentes da própria comunidade, gerando assim gesto permanente de partilha e comunhão.

Após a missa, encerrada com a bênção do Santíssimo Sacramento, o Coral Vozes de Pernambuco, da Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), encerrou a programação oficial do centenário com um belo concerto na praça.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.