Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/08/2018

20 de Agosto de 2018

‘Que as sementes plantadas gerem frutos em abundância’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Agosto de 2018

‘Que as sementes plantadas gerem frutos em abundância’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

19/07/2018 13:28 - Atualizado em 19/07/2018 13:28
Por: Flávia Muniz / Priscila Xavier

‘Que as sementes plantadas gerem frutos em abundância’ 0

A segunda parte do congresso, na tarde do dia 18, intitulada “Um olhar sobre a nossa realidade”, contou com a presença da gestora de RH e master coach Andreia Leite dos Santos que, junto com a irmã Marinete Tibério, apresentou uma aplicação de pesquisa qualitativa/quantitativa das instituições católicas de saúde brasileiras.

Logo em seguida, o sócio fundador da Direzione, pesquisador e consultor especializado em governança coorporativa, Alexandre di Miceli, tratou sobre a “Conduta ética organizacional”. De acordo com ele, o congresso foi “um encontro de boas ideias administrativas e fortalecimento das instituições como sistema. Não tenho dúvidas de que, avançando nas práticas de gestão e governança, junto com uma cultura ética, liderança consciente e um propósito maior, essas organizações estão muito mais preparadas para terem sucesso no século XXI, porque todas as pessoas estão ávidas por relações de confiança com as empresas. Então, precisamos que sejam instituições confiáveis e que a gente sinta, ao se relacionar com elas, que contribui para uma causa maior”, esclareceu.

Despedida

Por fim, o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, agradeceu e recordou que “a Providência Divina tem nos dado a oportunidade de dizer às pessoas para que venham em nossa arquidiocese para plantar boas sementes”.

Segundo o cardeal, o mês de julho tem sido especialmente fecundo, uma vez que, justamente neste período, entre os dias 17 e 24 de julho de 1950, foi realizado o único Congresso Eucarístico Internacional do Brasil. No Palácio São Joaquim aconteceu a fundação da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Já o Colégio Notre Dame viu nascer o Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Além disso, a Arquidiocese do Rio acolheu a primeira visita do primeiro Papa latino-americano, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, em 2013.

De acordo com Dom Orani, “agora, temos o nascimento da Associação Brasileira das Instituições Católicas de Saúde (ABICS). Esse é um marco na história da Igreja do Rio quanto à preocupação com a saúde em nosso país. Que as sementes que estão sendo plantadas gerem frutos em abundância, pois nas palavras do Papa Francisco, na mensagem do 26º Dia Mundial do Doente, ‘a vocação materna para com as pessoas necessitadas e os doentes concretizou-se, ao longo da sua história bimilenária, numa série riquíssima de iniciativas a favor dos enfermos. Esta história de dedicação não deve ser esquecida’. E, assim, possamos, num futuro próximo, recuperar toda a potencialidade da Igreja no campo da saúde”, finalizou.

O congresso foi concluído com a apresentação do Coral Madre Regina, formado por voluntários da Casa de Saúde São José, no bairro do Humaitá.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.