Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/09/2018

21 de Setembro de 2018

O Cristo Redentor faz parte da nossa vida

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Setembro de 2018

O Cristo Redentor faz parte da nossa vida

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/06/2018 11:38 - Atualizado em 12/07/2018 16:26
Por: Da redação

O Cristo Redentor faz parte da nossa vida 0

Há quem pense que o Cristo Redentor é apenas um monumento que, por sua beleza, se tornou um importante ponto turístico. Mas ele é mais: faz parte da nossa vida porque traz em si histórias de muitas famílias, desde a época da sua construção. Você sabia que senhoras escreveram os nomes de seus familiares no verso dos triângulos de pedra-sabão aplicados pelos pastilheiros à imagem? E que o engenheiro mestre de obras do monumento, Heitor Levy, fez questão de colocar os nomes dos seus dentro do coração da estátua? Isso aconteceu simplesmente porque esses homens e mulheres quiseram entregar ao Salvador da humanidade, representado pelo monumento, suas famílias, por todas as gerações. 

Esses e outros gestos de amor foram se tornando, ao longo dos anos, devoção popular ao Cristo Redentor. E como o monumento fica em um santuário, local sensível à manifestação de Deus, muitas pessoas têm feito lindas experiências de fé, especialmente por meio dos sacramentos do matrimônio e do batismo. 

Fábio Calderano e Márcia foram os primeiros a casar no Santuário Cristo Redentor, há dez anos atrás. 130 convidados, toda a ornamentação preparada e uma chuva forte minutos antes da cerimônia. Os turistas que estavam presentes, fugindo da chuva, esvaziaram o platô, e aí, de repente, o temporal passou, um lindo arco-íris surgiu e tudo ficou perfeito!

“O monumento se tornou uma âncora de felicidade para nós. Sabemos que temos um lugar importante no coração da cidade e do Cristo. Ir ao Cristo, hoje, mesmo que seja para acompanhar um amigo turista, para nós, significa sempre renovar votos: um com o outro e com Deus”, destaca Fábio.

Izabela e Cristiano Ramalho também tiveram a alegria de receber o sacramento do matrimônio no Santuário Cristo Redentor. Participaram do primeiro casamento comunitário no local, organizado pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cerro Corá, da Polícia Militar do Rio de Janeiro, em junho de 2014. Na ocasião,10 casais foram unidos pelos laços do matrimônio, no alto do Corcovado.

“Foi uma surpresa quando meu esposo falou que iríamos casar no Cristo e com tudo de graça. Foi a melhor experiência que nós tivemos em nossas vidas”, afirma Izabela.

“O Cristo Redentor é um local bastante importante para nós: é início de uma união muito abençoada. Com certeza, hoje somos parte da história do Cristo Redentor e também ele faz parte da nossa história”, comemora Cristiano.

Melissa Araújo Londres, hoje com 12 anos, foi batizada no dia em que completou 1 aninho, em 6 de janeiro de 2007. Na época, o local havia acabado de se tornar um santuário, e, como a capela ainda estava em obras, a cerimônia se tornou ainda mais especial: aconteceu aos pés do Cristo Redentor! Turistas participaram desse momento especial, junto com a família da criança, e cada um pediu a intercessão do seu santo de devoção, nos seus próprios idiomas.

“Foi incrível porque realmente o Cristo Redentor é maravilhoso e houve a participação de todo mundo que estava lá. Foi uma honra a minha filha ter sido a primeira criança a ser batizada num lugar tão especial, que sempre traz uma lembrança de fé para todos os cariocas”, destaca Ana Paula Araújo.

Seja Amigo do Cristo!

“Faz muito sentido a gente ajudar o Cristo Redentor. A pessoa não precisa ser rica para ajudar naquilo que acha que é importante. Se todo mundo que é católico e pode abrir mão de um sorvete, que custa mais de dez reais, ajudasse...” - Teresa Sicupira

“Eu me tornei Amiga da Rádio Catedral há muitos anos! E, agora, eu decidi ser Amiga do Cristo também. Vou colaborar todos os meses. E faço mais: aconselho a todos os Amigos da Rádio a serem Amigos do Cristo. Nós temos que nos unir para cuidar do Cristo Redentor porque ele é nosso!” - Helena da Silva Cosme

“Eu sou Amiga da Rádio há 25 anos, desde quando começou. E agora também sou Amiga do Cristo. Colaboro com pouquinho todos os meses, mas sei que já é uma ajuda. É importante participar da campanha, já que a Igreja não recebe nada do Parque Nacional da Tijuca para cuidar do Monumento”. - Ana Moreira Gonzalez

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.