Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 21/06/2018

21 de Junho de 2018

Festa de Santa Rita: ‘Tudo é possível para Deus’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

21 de Junho de 2018

Festa de Santa Rita: ‘Tudo é possível para Deus’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

01/06/2018 10:51 - Atualizado em 01/06/2018 10:51
Por: Louis Bárbaras / Symone Matias

Festa de Santa Rita: ‘Tudo é possível para Deus’ 0

No dia 22 de maio, ocorreram várias celebrações no Rio de Janeiro pelo Dia de Santa Rita de Cássia, principalmente nas paróquias a ela dedicada. Na Paróquia Santa Rita, no Centro, várias missas foram realizadas durante o dia.

O pároco, padre Wagner Toledo, ressaltou a importância de celebrar a padroeira como sinal de esperança para a sociedade, no momento atual em que vive o país. Ele também destacou a necessidade de disseminar o amor como ferramenta para a realização interior. “O objetivo em celebrar a Festa de Santa Rita, a santa protetora das causas impossíveis, é, justamente, dizer que, diante do cenário caótico, o Espírito Santo de Deus que mora em nós pode transformar toda a realidade, e fazer com que a beleza volte a ser pujante em nosso meio”, disse.

A missa solene das 15h foi presidida pelo bispo auxiliar Dom Luiz Henrique da Silva Brito, que em sua homilia refletiu sobre a vida de fé de Santa Rita. “Ela demonstrava a superação nas suas escolhas, até nas situações em que ela não tinha como resolver, por si só, mas seguia adiante, confiando no Senhor. Também nós às vezes ficamos paralisados e temos desconfiança diante de situações adversas, mas temos que ter fé, confiar em Deus”, pontuou.

Dom Luiz Henrique também destacou a padroeira como uma vida de dedicação, oração, sacrifícios e renúncias, e afirmou que sua trajetória deve servir de exemplo para que possamos crescer na vida de fé. “Assim como Santa Rita, precisamos acreditar que para Deus tudo é possível. Ela fez essa experiência, não permitindo que o mal da depressão, do desânimo, do vazio existencial ou falta de confiança abalasse a sua fé” concluiu.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.