Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 17º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 25/05/2018

25 de Maio de 2018

Seminaristas recebem hábito talar e sobrepeliz

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

25 de Maio de 2018

Seminaristas recebem hábito talar e sobrepeliz

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

14/05/2018 14:45 - Atualizado em 14/05/2018 14:45
Por: Priscila Xavier

Seminaristas recebem hábito talar e sobrepeliz 0

O Cardeal Orani João Tempesta presidiu a investidura do hábito talar com sobrepeliz para o uso litúrgico de sete novos seminaristas do Seminário Menor: Breno Luz da Silva, Carlos Henrique Nascimento de Oliveira, Daniel Rabello Amaro, Davi de Queiroz Microni, Jefferson Maurício Torres da Silva, Matheus de Sousa Bastos e Victor de França Barbozar.

A missa foi concelebrada pelo bispo auxiliar do Rio e animador das vocações, Dom Roque Costa Souza, e pelo reitor do Seminário Arquidioceseano de São José, cônego Leandro Câmara, no oratório do seminário, no Rio Comprido, no dia 27 de abril.

Na homilia, o arcebispo do Rio destacou que esse é um gesto externo, no qual os seminaristas deixam-se guiar por Deus. “Hoje é o dia de um passo importante, um gesto externo com sinal externo que os nossos jovens assumem, deixando-se apoderar por Cristo, tornando-os bons pastores do povo de Deus. Toda a nossa vida, enquanto Igreja, é o caminho de Jesus que nos leva ao Pai e nos renova com o seu Espírito Santo, em comunhão uns com os outros”, frisou.

Dom Roque intercedeu para que o discernimento vocacional dos jovens, durante a caminhada formativa, seja fortificado por Cristo. “Mas, em tudo, que tenhamos uma amizade em Jesus, na colaboração com o outro, porque o caminho não é fácil. O Papa Francisco este ano disse: ‘Que o Senhor conceda a cada jovem o dom do discernimento’, e que esse discernimento vocacional que vocês abraçam, já tão pequenos, seja cada vez mais fortalecido. Neste ciclo, é essencial a participação da família, da comunidade, para que cada um possa realizar essa caminhada vocacional com discernimento amplo, com a luz do Espírito Santo. Esta é uma etapa, mas não se finaliza. É um envio para uma nova etapa, uma nova caminhada”, completou.

Cônego Leandro agradeceu a todos aqueles que contribuíram para a realização dessa etapa na vida dos seminaristas. “Agradecemos a confiança do cardeal, que faz um acompanhamento integral à vocação sacerdotal, desde o testemunho com as crianças na catequese e iniciação cristã até a fase adulta. Por essa razão, estamos aqui, pelo quarto ano consecutivo de reabertura do Seminário Menor. Agradecemos a Dom Roque, por estar sempre presente; às irmãs do Instituto Padre Leonardo Carrescia, pertencente à Congregação das Irmãs Franciscanas Alcantarinas, e do Instituto Jesus Eucarístico. Somos gratos a todos os familiares, e que a vocação dos seus filhos germine e se estenda na família. Deus tem um propósito na vida de cada um de vocês”, acrescentou.

Por fim, o seminarista Breno concluiu: “queremos agradecer, primeiramente, a Deus pelo nosso chamado, aos nossos familiares, aos padres presentes, formadores, e, de maneira especial, ao cônego Leandro e ao Cardeal Orani. Sentiremos saudades, mas estamos felizes por fazermos a vontade de Deus. Que o Senhor nos abençoe e Nossa Senhora nos ajude”, rogou.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.