Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/11/2017

23 de Novembro de 2017

Halleluya Rio firma parceria com “Missão Amor que Cura” para promoção da Cultura da Paz

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Novembro de 2017

Halleluya Rio firma parceria com “Missão Amor que Cura” para promoção da Cultura da Paz

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

18/10/2017 12:22 - Atualizado em 18/10/2017 12:22
Por: Christiane Sales

Halleluya Rio firma parceria com “Missão Amor que Cura” para promoção da Cultura da Paz 0

temp_titleLogo_Halleluya_Rio_02102017102751

Um dos valores do Halleluya Rio é a promoção da cultura da paz no Rio de Janeiro. E para isto, o festival vai contar com a parceria da Missão Amor que Cura. Este é o quarto ano da parceria da Comunidade Católica Shalom com o projeto, liderado pelo Frei Paulo Batista, diretor geral do Hospital São Francisco na Providência de Deus, na Tijuca. O objetivo é levar o amor de Deus aos mais pobres através do engajamento social do público do festival, em especial a juventude carioca.

Para o Frei Paulo, através da união de forças, o Festival e a Missão, construindo a cultura da paz através da solidariedade, vão levar vida a quem precisa de esperança. “Para o Amor que Cura, o Halleluya tem tudo a ver com o seu projeto. Não se cura o corpo sem curar a alma. O Halleluya é uma concretização do amor de Deus. É bonito ver que a evangelização é um gesto concreto. Quando um cristão leva uma doação mostra que realmente se converteu, porque começa a se preocupar com o outro. O Cristianismo é uma religião que tem por essência a solidariedade”, explica o religioso.

A ação vai contar com doação de cestas básicas para as famílias de Jardim Gramacho. Segundo Frei Paulo, a meta é atender 500 pessoas com os alimentos arrecadados. Ainda de acordo com ele, as doações serão recolhidas nos três dias do Festival Halleluya Rio, que acontece de 27 a 29 de outubro, no Boulevard Olímpico.

Um amor que vai além

Mas a arrecadação de alimentos não será a única ação de solidariedade e engajamento social que a parceria entre o Halleluya Rio e a Missão Amor que Cura irá realizar nos dias do evento.

Ouvindo o clamor da população que vive em situação de rua no Centro da cidade, missionários de outros movimentos e novas comunidades, como a Fraternidade Toca de Assis, se unirão ao projeto para promover ações de atendimento no “Espaço Amor que Cura”, que funcionará durante o evento.

De acordo com Frei Paulo, 50 voluntários vão se revezar para distribuir alimentos e roupas, além de fazer curativos e cortar o cabelo dos moradores de rua da região que procurarem por ajuda no Boulevard Olímpico.

Esta ação é uma resposta da missão Rio de Janeiro da Comunidade Shalom à mensagem que o Papa Francisco dirigiu à Comunidade nas comemorações pelos seus 35 anos de fundação. Ao se encontrarem com o Santo Padre na Sala Paulo VI, no dia 4 de setembro, o seu fundador, Moysés Azevedo, e cerca de 3 mil membros que foram em peregrinação à Roma, ouviram um pedido do Pontífice: “Olhem para fora, para os demais, fujam dessa cultura que vivemos, que é consumista e narcisista”.

“Esta mensagem do Santo Padre foi mais que um pedido, foi uma confirmação de que devemos continuar firmes na missão de anunciar a paz – que para nós é uma pessoa, é Jesus – a todos, especialmente os que mais sofrem. O pobre não é um conceito. O pobre é alguém que tem um rosto, uma história. E o seu rosto é o rosto do nosso irmão, que necessita da nossa atenção, nosso cuidado e nosso amor”, pontuou Roneide Santos, responsável pela missão do Shalom no Rio de Janeiro.

“Somos gratos à Missão Amor que Cura e à todos os movimentos e novas comunidades que se unem a nós no Halleluya, pois juntos daremos um forte testemunho à cidade do Rio de Janeiro”, finalizou.

HALLELUYA RIO
O Halleluya Rio é um festival de artes integradas promovido pela Comunidade Católica Shalom. A sétima edição do evento será no último final de semana deste mês no Boulevard Olímpico e contará com a participação de artistas consagrados na música católica. O evento de evangelização tem o objetivo de levar o amor de Deus através da arte e da música às pessoas que estão afastadas da Igreja. A entrada é franca.

O primeiro dia do Halleluya Rio, sexta-feira, 27 de outubro, vai contar com a apresentação de Davidson Silva, Rosa de Saron e Jadir Barcellos, além do espetáculo “O Canto das Írias”. No sábado, será a vez da Schola Cantorum do Seminário de São José, Emanuel Stênio, Missionário Shalom, ID2 e Cláudio Castro se apresentarem no palco principal do evento. Fechando a programação desta sétima edição, Higor Fernandes, Ana Gabriela, Alto Louvor e Cosme se apresentarão no domingo, dia 29.

Data: 27, 28 e 29 de outubro
Local: Boulevard Olímpico
Mais informações: festivalhalleluya.org/rio/
Evento gratuito

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.