Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 15/12/2017

15 de Dezembro de 2017

Boulevard Olímpico é a nova casa do Halleluya Rio

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

15 de Dezembro de 2017

Boulevard Olímpico é a nova casa do Halleluya Rio

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

04/10/2017 12:58 - Atualizado em 04/10/2017 12:58
Por: Christiane Sales

Boulevard Olímpico é a nova casa do Halleluya Rio 0

temp_titleLogo_Halleluya_Rio_02102017102751

O Halleluya Rio tem casa nova este ano. Em sua sétima edição na Cidade Maravilhosa, o festival de artes integradas promovido pela Comunidade Shalom promete levar a expressão do melhor da música católica para um dos novos points culturais do Rio de Janeiro, o Boulevard Olímpico. O evento, que acontece de 27 a 29 de outubro, vai contar com a participação de bandas consagradas no meio como Rosa de Saron, Missionário Shalom e Alto Louvor, além de cantores como Davidson Silva e Ana Gabriela. A programação também terá novidades: pela primeira vez ID2, Cláudio Castro, Emanuel Stênio, Higor Fernandes e Jadir Barcellos vão se apresentar no palco do Halleluya Rio.

Nascido em Fortaleza (CE) como uma proposta de evangelização dos jovens, o Halleluya tem vários ambientes. Um deles é o Espaço da Misericórdia, que possui uma tenda de adoração a Jesus Sacramentado, além de um espaço onde sacerdotes se revezarão durante os três dias de evento para ministrar o sacramento da confissão a todos os participantes que desejarem. O espaço também oferecerá atendimento de oração e aconselhamento, feito por missionários da Comunidade Shalom e por membros de novas comunidades do Rio de Janeiro.

Para o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, o Halleluya é uma oportunidade de promover a cultura de paz na cidade tão marcada pelas mazelas da violência. “Nesse tempo de tantas dificuldades e más notícias, queremos dar uma boa notícia: a beleza da construção de uma cultura de paz, de fraternidade, de alegria, que todos que participam do Halleluya transmitem. Prepare-se e venha participar conosco. Tenho certeza que será uma ótima notícia e uma bela oportunidade para a cidade e região”, disse o cardeal, que vai presidir a Adoração no dia 28 de outubro.

Além de música e espiritualidade, o público poderá exercer sua fraternidade e engajamento social levando um quilo de alimento não perecível, que será entregue à Missão Amor que Cura. Pelo terceiro ano consecutivo, a organização do Halleluya firmou parceria com o Hospital São Francisco na Providência de Deus, que mantém esta ação social, visando levar conforto e alimento às comunidades assistidas pelo projeto, entre elas, a de Jardim Gramacho.

Uma experiência com o amor de Deus

O Halleluya Rio não é somente um festival de artes integradas. O evento objetiva ser um anúncio do Kerigma e uma oportunidade de experiência com o amor de Deus. Tendo isso em vista toda a programação é organizada, bem como a disposição e decoração dos espaços são preparados.

Muitos são os testemunhos de pessoas alcançadas por Deus nestes sete anos de Halleluya Rio. A jovem Karen Fontella, de 18 anos, é uma delas. Ela conta que ficou impressionada com o silêncio do público do festival durante a adoração e com o acolhimento que recebeu de todos os missionários envolvidos na organização do evento.

“Meu primeiro Halleluya foi em 2014. Eu fui com os jovens da minha paróquia e lá eu tive uma forte experiência com Deus. Na última adoração do Halleluya, eu tive uma forte experiência com o Amor de Deus que é Pai, que é misericordioso, que viu as minhas feridas e me amou mesmo assim. E é essa experiência que eu carrego. Foi depois dessa experiência que eu fui batizada, fiz minha primeira comunhão e fui crismada”, contou.

Programação

No primeiro dia do Halleluya Rio, sexta-feira, 27 de outubro, a programação vai começar às 17h e contará com a apresentação de Davidson Silva, Rosa de Saron e Jadir Barcellos, além do espetáculo “O Canto das Írias”.

No sábado, os shows terão início às 16h com apresentação de Emanuel Stênio, Missionário Shalom, ID2 e Cláudio Castro no palco principal do evento. Haverá também, neste dia, uma apresentação especial da Schola Cantorum, do Seminário Arquidiocesano de São José.

Fechando a programação desta sétima edição, o domingo terá início às 15h, com a santa missa, seguida dos shows de Higor Fernandes, Ana Gabriela, Alto Louvor e Cosme. A ordem da apresentação dos artistas nos dias do festival, ainda não foram divulgadas.

SERVIÇO

Halleluya Rio

Data: 26, 27 e 28 de outubro

Local: Boulevard Olímpico

Mais informações: festivalhalleluya.org/rio/

Foto: Divulgação

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.