Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/08/2017

17 de Agosto de 2017

Hospitais católicos do Rio se unem por um desenvolvimento humano integral

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Agosto de 2017

Hospitais católicos do Rio se unem por um desenvolvimento humano integral

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

10/08/2017 18:08 - Atualizado em 10/08/2017 18:08
Por: Raphael Freire / Colaboração: Leonan Nicolas

Hospitais católicos do Rio se unem por um desenvolvimento humano integral 0

temp_titleHospitais_catlicos_do_Rio_se_unem_por_um_desenvolvimento_humano_integral_2_10082017180456

Em sintonia aos apelos e preocupações do Papa Francisco, com relação as instituições católicas que dão assistência à saúde, o arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, se reuniu, no último dia 9 de agosto, com os diretores dos hospitais católicos da cidade.

Com o objetivo de fortalecer o diálogo entre as unidades, a audiência contou com a participação dos gestores: frei Paulo Batista, do Hospital São Francisco na Providência de Deus, na Tijuca; irmã Marinete Tibério, do Hospital São Vicente de Paulo, no Cosme Velho; irmã Clementina Bach, da Casa de Saúde São José, em Botafogo; Luiza Linhares, do Ambulatório da Providência, em São Cristóvão, e Maria Inez Linhares de Carvalho, da Confederação Internacional das Instituições de Saúde Católica.

O Cardeal Tempesta recordou o trabalho em rede que já vem sendo realizado pelas novas comunidades e hospitais católicos do Rio de Janeiro com as pessoas em vulnerabilidade e risco social. O arcebispo, ressaltou ainda, que essa integração e unidade contribui para que todo o trabalho de humanização que vem sendo desenvolvido pelas unidades de saúde continue de forma permanente.      

"Com o advento dos problemas econômicos no Brasil, os hospitais ligados as congregações religiosas e a Igreja estão se reunindo para se ajudar mutuamente, fortalecer os laços e formar uma associação, algo que já existe a âmbito mundial e que podemos fazer parte. Além disso, nossa intenção também é trazer para o país um evento mundial e, assim, fortalecer essa rede católica que tem um perfil diferenciado não apenas visando o lucro, mas concretamente prestar assistência humana, ser uma presença cristã, fazer com que elas se sintam bem, amadas e acolhidas. E esse é o nosso diferencial. Nos unimos e nos ajudamos profissionalmente, mas também contribuímos e auxiliamos no trabalho de evangelização disponibilizando meios para ir ao encontro dos mais pobres e excluídos", pontuou Dom Orani.      

Confederação Internacional das Instituições de Saúde Católica

A diretora para a América do Sul da Confederação Internacional das Instituições de Saúde Católica (CIISAC), Maria Inez Linhares de Carvalho, explicou o intuito da organização destacando que os problemas relacionados à área da saúde são os mesmos em diversos países. 

"A Confederação foi criada pelo novo dicastério que o Papa Francisco instituiu chamado: 'Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral'. A Confederação vem para unir todas as instituições de saúde católicas no mundo e nós como fazemos parte da Arquidiocese do Rio de Janeiro convidamos as principais unidades de saúde para se unirem porque em todo o mundo já foram mais de mil hospitais católicos se fechando por falta de apoio. Além disso, muitos estão perdendo a sua identidade e esse cenário está preocupando muito o Papa Francisco. A nossa ideia é juntar forças, entre ambulatórios, hospitais e clínicas em uma rede. No ano passado fizemos um congresso na Europa e foram mais de 100 representantes de todos os países e os problemas são iguais. Como trabalhar com isso? Viemos pedir o apoio de Dom Orani para realizarmos a primeira edição do Congresso Brasileiro de Instituições de Saúde Católica e nesse grande evento discutir essas questões que são as preocupações e um pedido do Santo Padre", disse Maria Inez.

Tudo em comum

O diretor geral do Hospital São Francisco na Providência de Deus, frei Paulo Batista, contou que a previsão é que o Congresso Brasileiro de Instituições de Saúde Católica acontecerá no mês de julho de 2018. Ele afirmou que a troca de conhecimentos e experiências fortalecem as instituições.  

"Verificando esse cenário problemático que se vive hoje não só no Brasil, mas em todo o mundo, e o fechamento de várias instituições de saúde, fomos provocados a unir nossas instituições e estamos começando uma experiência muito interessante. Lembrando a passagem dos Atos dos Apóstolos: "Todos os fiéis viviam unidos e tinham tudo em comum" (Atos 2, 44), lembro que estamos colocando em comum primeiro o nosso conhecimento, as nossas experiências, e isso está fortalecendo muito as instituições. Já começamos as reuniões onde cada hospital está trazendo a sua experiência, sua história e metodologia de trabalho, que agora ganham um sentido especial e se confirmam com a benção do cardeal", afirmou frei Paulo.

Para irmã Clementina Bach, diretora geral da Casa de Saúde São José, a iniciativa de fortalecer o diálogo entre os hospitais católicos da cidade, do Brasil e do mundo potencializa o serviço evangélico e social sempre prestados pela Igreja Católica.

"Essa unidade e troca de experiências, além da ajuda, está dando um novo ânimo para todos nós. E é isso que precisa acontecer mesmo em toda Igreja. Essa união, essa busca de ajudar uns aos outros, pois quanto mais a gente estiver unidos, mais a gente poderá servir, amar e acolher os outros", disse irmã Clementina.  

Já para a diretora geral do Hospital São Vicente de Paulo, irmã Marinete Tibério, essa integração faz parte de uma concretização pessoal. 

"Isso é a realização de um sonho! Um sonho de integrar os hospitais católicos do Rio de Janeiro. Há um tempo atrás eu falei com Dom Orani sobre esse assunto e ele deu total apoio, e desde abril estamos nos reunindo mensalmente. Nossa ideia é de integração mesmo, de apoio, e de podermos nos fortalecer frente ao mercado de saúde no Rio, levando e deixando transparecer a nossa missão enquanto hospitais pertencentes à Igreja Católica Apostólica Romana, que faz um trabalho muito grande em prol do bem estar e da saúde, principalmente, daqueles menos favorecidos", concluiu irmã Marinete.

temp_titleHospitais_catlicos_do_Rio_se_unem_por_um_desenvolvimento_humano_integral_1_10082017180453

temp_titleHospitais_catlicos_do_Rio_se_unem_por_um_desenvolvimento_humano_integral_3_10082017180458

Fotos: Gustavo de Oliveira

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.