Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 24/10/2018

24 de Outubro de 2018

Papa chega a Portugal como "peregrino na esperança e na paz"

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

24 de Outubro de 2018

Papa chega a Portugal como "peregrino na esperança e na paz"

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/05/2017 15:33 - Atualizado em 12/05/2017 15:34
Por: Rádio Vaticano

Papa chega a Portugal como "peregrino na esperança e na paz" 0

temp_titlePapa_Ftima_Portugal_12052017150936

O Papa já está em solo português, onde chegou como peregrino na esperança e na paz. Após percorrer 1860 km, Francisco chegou a Base Aérea de Monte Real a bordo do A321 da Alitália (com séquito e), às 16h10min (hora local).



Durante o voo, o Papa saudou os 70 jornalistas presentes, afirmando tratar-se de uma viagem especial: “uma viagem de oração, de encontro com o Senhor e com a Santa Mãe de Deus”.

O Pontífice foi acolhido pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, por autoridades políticas e civis, alguns bispos portugueses e um grupo de fiéis (cerca de mil pessoas). Foram entoados os hinos, prestadas as honras militares e à bandeira. Não houve discursos.

Francisco manteve um encontro privado com o mandatário português na Sala do edifício da Torre de Controle. Após a troca de dons – Francisco presenteou o Presidente com o mosaico “Centenário das Aparições - o Presidente do Parlamento e o Primeiro Ministro, com as respectivas esposas, apresentaram-se ao Pontífice.

O Santo Padre então transferiu-se em carro aberto à Capela da Base Aérea, onde estavam presentes alguns militares doentes, acompanhados de suas famílias. O Papa foi acolhido por dois Capelães e recebeu flores de duas crianças em trajes típicos. 

Após uma breve adoração ao Santíssimo Sacramento, o Santo Padre deixou como recordação no local a escultura em mármore “São Francisco” e assinou o Livro de Ouro, para então transferir-se, em helicóptero, ao estádio de Fátima.

Desde que aterrissou em Monte Real – e por toda a peregrinação – passaram a fazer parte do séquito o Patriarca de Lisboa e Presidente da Conferência Episcopal portuguesa, Cardeal Manuel Clemente, o Núncio Apostólico Dom Rino Passigato; o Bispo de Leiria-Fátima, Dom Antônio dos Santos Marto; o Secretário da Nunciatura Apostólica Dom Andrea Piccioni; o Coordenador local da visita e Reitor do Santuário de Fátima, Padre Carlos Cabecinhas.

Foto: CTV

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.