Arquidiocese do Rio de Janeiro

34º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/12/2017

16 de Dezembro de 2017

Dom Orani abre oficialmente Trezena de São Sebastião voltada para família e ação social

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Dezembro de 2017

Dom Orani abre oficialmente Trezena de São Sebastião voltada para família e ação social

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

07/01/2017 21:52 - Atualizado em 07/01/2017 22:37
Por: Raphael Freire

Dom Orani abre oficialmente Trezena de São Sebastião voltada para família e ação social 0

temp_titleSo_Sebastio1_07012017214556

Dando boas vindas ao novo ano do calendário civil, a Arquidiocese do Rio de Janeiro iniciou, na manhã deste sábado, 7 de janeiro, a oitava edição da Trezena de São Sebastião. São treze dias de peregrinação, com visitas em mais de 100 lugares, entre comunidades dedicadas ao padroeiro, obras sociais e instituições públicas, de saúde e comunicação. Com o tema "São Sebastião, protetor das famílias cariocas", a Trezena será concluída no dia 20 de janeiro, com a tradicional procissão e missa do padroeiro da arquidiocese e da cidade do Rio de Janeiro.

Sempre conduzida pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, a Trezena deste ano é marcada pelo Ano Mariano e da Família. Enquanto prática da piedade popular, esta grande missão prepara todo o povo de Deus para a liturgia e para a vida de unidade eclesial arquidiocesana. A passagem da peregrinação pelas ruas da cidade suscita também reações, em geral de piedade, levando pessoas a voltarem a participar de sua comunidade, procurando vivenciar suas tradições católicas.

Abrindo oficialmente a Trezena de 2017, Dom Orani presidiu a Missa ‘Rio Celebra’, na Paróquia São Sebastião, na Vila Militar, em Deodoro. A celebração eucarística foi concelebrada pelo bispo auxiliar Dom Roque Costa Souza, pelo capelão da Igreja, Padre Nilson Sampaio, pelo vigário episcopal para a Comunicação Social e Cultura, Cônego Marcos William, e Padre Jorge Lutz.

“Com essa Eucaristia estamos iniciando a Trezena de São Sebastião. Um momento em que a Igreja Arquidiocesana do Rio e toda a cidade preparam-se para celebrar seu Padroeiro. E neste ano com a Trezena dedicada às famílias queremos convidar todas as famílias a viverem com alegria sua vocação. Que o Senhor seja sempre a nossa luz e nos conduza”, desejou Cardeal Tempesta.

Inspirado pelo Evangelho do dia (Jo 2,1-11) – Bodas de Caná –, o arcebispo do Rio exortou os presentes sobre dois aspectos importantes: o primeiro milagre de Jesus e a preocupação de Maria. Dom Orani também aproveitou sua homilia para lançar a campanha “Somos solidários como São Sebastião”.

“A Palavra do Evangelho nos fala sobre o primeiro milagre, o primeiro sinal, a transformação da água em vinho, mostrando bem a missão de Jesus. Nesse sentido, nós, que somos chamados a viver essa vida nova no Senhor temos essa necessidade de nos deixarmos transformar, converter, mudar, deixarmo-nos conduzir por essa Luz que é Cristo para manifestar essa Luz ao mundo. Segundo o Evangelho, Maria se preocupa com a situação do casamento. E nesse Ano Mariano nós vemos que o nosso povo não tem tido tantas alegrias, mas muito sofrimento, dificuldades, desemprego, falta de salários, violência... Nesse sentido, durante a Trezena, além de trabalharmos pelas famílias, também iremos motivar todo o povo de Deus há partilhar o pouco que nós temos com aqueles que precisam, pois com a nossa partilha podemos ajudar a melhorar as dificuldades e necessidades dos nossos irmãos. Maria foi solidária. Que inspirados nela e em São Sebastião possamos fazer mais e melhor”, afirmou o arcebispo.

O capelão da Igreja, Padre Nilson Sampaio, falou sobre o trabalho pastoral na comunidade e a devoção dos fiéis a São Sebastião. De acordo com o sacerdote, os paroquianos buscam conhecer mais a vida do padroeiro e, além disso, vivem em profunda vida de oração procurando tornar realidade aquilo que São Sebastião representou para a Igreja, para o mundo e para o seu tempo.

“Através desse eco de fé que chega a cada um de nós, procuramos diversas maneiras de testemunhar a fé, especialmente através da solidariedade, da caridade e pelo gesto concreto da comunhão que existe entre a nossa paróquia e nossa comunidade. Nós estamos muito felizes de acolher a Imagem Peregrina de São Sebastião e o nosso Cardeal. É muito importante receber essa imagem pelos sinais visíveis que vem junto com a visita. São Sebastião representa bênção na vida da gente, na vida da nossa família e representa a presença de Deus. Meu desejo é que essa visita possa ser marcada por sinais concretos de caridade, assim como testemunhou São Sebastião”, disse Padre Nilson.

Leia mais:

Cardeal Tempesta lança campanha “Somos solidários como São Sebastião”

Foto: Carlos Moioli


 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.