Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/08/2018

20 de Agosto de 2018

Franciscanos em SP celebram Natal com moradores de rua

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Agosto de 2018

Franciscanos em SP celebram Natal com moradores de rua

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

26/12/2016 13:55 - Atualizado em 26/12/2016 13:56
Por: Rádio Vaticano

Franciscanos em SP celebram Natal com moradores de rua 0

temp_titleRV22149_Articolo_26122016135353No centro da cidade de São Paulo há cerca de 8 mil moradores de rua. Todos os dias, uma parte destes, de 300 a 400 pessoas, é alimentada pelos frades do Convento São Francisco. Ajudados por voluntários e com o sustento econômico de doadores, os 16 frades preparam e servem almoço e lanche no Salão São Francisco. A RV conversou com o Custódio do Convento, Frei Mario Tagliari.

Ouça a reportagem na íntegra.

Confraternização com emoção

“No dia de ontem, dia 25 de dezembro, tivemos um momento especial com eles. Na hora do almoço, solicitei uma voluntária para entrar com o Menino Jesus e assim, por uma bonita coincidência, a voluntária, moradora de rua, se chamava Maria. Foi muito emocionante. Cantamos todos juntos ‘Noite Feliz’. Todos ficaram de pé e cantaram. Rezamos o Pai-Nosso de mãos dadas, desejando um Feliz natal uns aos outros”.

Em São Paulo e suas cidades-satélites, chega a 20 mil o número de moradores de rua. Uma das razões é a crise. Há muita gente desempregada. Percebo que entre eles, há muitos com boa formação; leem livros, até muitas vezes de filosofia, e outros temas. Percebemos que são pessoas qualificadas para o trabalho e que estão sem emprego. Vivem uma realidade muito sofrida”. 

Como obter os recursos econômicos?

“Temos uma tradição de doações, que as pessoas fazem para o Pão dos Pobres de Santo Antônio. No Convento dos franciscanos, há a tradição, todas as terças-feiras, de distribuir o pãozinho de Santo Antônio. Então, com isso, fazemos motivação para as pessoas. Também, junto com a padaria que funciona aqui no Convento, temos muitos voluntários que nos ajudam na confecção do pão. Também fazemos pães para vender, na porta do Convento, e as pessoas sabem que comprando este pão estão ajudando a dar pão aos pobres. Ainda há um convênio com o governo municipal aqui da Prefeitura de São Paulo, uma subvenção para isso. Basicamente, vivemos de doações. Sempre temos também voluntários que vêm servir na hora do almoço”.

Dom Cláudio e o panetone de 4kg

“Ontem, dia 25 de dezembro, tivemos o nosso querido confrade franciscano, Dom Cláudio Hummes, o verdadeiro profeta, pastor, amigo dos pobres entre os mais pobres. Então ele trouxe um grande panetone de 4 kg, que foi partido em pedacinhos menores e no lanche da tarde, tivemos o ‘panetone do Dom Cláudio. Ele vem sempre conosco aqui. Ele tem um trabalho belíssimo na Amazônia inteira, junto aos povos ribeirinhos. Realmente, ele é um grande amigo nosso e também nos ajuda”. 

 Foto: Site oficial da RV

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.