Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 13º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/07/2019

18 de Julho de 2019

Berlim: abalado, Cardeal Marx pede união de todos

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Julho de 2019

Berlim: abalado, Cardeal Marx pede união de todos

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

20/12/2016 10:07 - Atualizado em 20/12/2016 10:08
Por: Rádio Vaticano

Berlim: abalado, Cardeal Marx pede união de todos 0

temp_titleEPA2288931_Articolo_20122016100244

O Presidente da Conferência Episcopal Alemã (Dbk), Cardeal Reinhard Marx, emitiu uma declaração em que condena o ataque da noite de segunda-feira, dia 19 de dezembro, em Berlim: “As notícias sobre o atentado me abalaram profundamente. A violência no mercado de Natal é o contrário do que os visitantes desejavam. A minha solidariedade vai às famílias dos mortos e dos feridos. Rezarei por todos. Neste momento difícil para a cidade de Berlim e para o nosso país, é importante permanecer unidos como sociedade e estamos juntos”.

Ouça a reportagem na íntegra.

Na manhã de hoje a polícia de Berlim tratou o caso, pela primeira vez, como um "suposto atentado terrorista".

O atentado na Praça Breitscheid, no bairro de Charlottenburg, atingiu uma das mais famosas feiras natalinas de toda a Alemanha. As imagens e a dinâmica do ataque, quando um caminhão com faróis apagados atropelou os bancos da feira e a multidão, causando a morte de doze pessoas e o ferimento de cerca de 20, chamam à nossa memória o massacre ocorrido na praia de Nice, em 14 de julho passado, praticado com o mesmo método terrorista do caminhão conduzido deliberadamente em velocidade em uma área reservada a pedestres.  

O arcebispo de Berlim, Dom Heiner Koch, convidou todos os berlinenses a unir-se em oração ao meio-dia para recordar as vítimas do atentado.

O arcebispo Koch se disse “chocado” pelas imagens de morte provenientes do mercado e ao meio-dia, na Catedral de Santa Edviges, conduzirá uma liturgia em memória das vítimas e suas famílias. No silêncio e na oração, Dom Koch expressará o luto de toda a população berlinense. Em sua mensagem, o arcebispo agradeceu as forças policiais, os médicos e enfermeiros, e os voluntários da assistência por seus esforços depois do ataque.  

Foto: EPA

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.