Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 24/07/2017

24 de Julho de 2017

Dia Internacional dos direitos das Pessoas com Deficiência

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

24 de Julho de 2017

Dia Internacional dos direitos das Pessoas com Deficiência

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

03/12/2016 16:32 - Atualizado em 04/12/2016 15:25
Por: Rádio Vaticano

Dia Internacional dos direitos das Pessoas com Deficiência 0

temp_titleANSA595402_Articolo_03122016163022

Celebra-se neste sábado, 3 de dezembro, o “Dia Internacional das Pessoas com Deficiência”, proclamado pela ONU em 1992.

Com este ato, a ONU considera que ainda falta muito para se resolver os desafios da sociedade com as pessoas com deficiência.

As entidades mundiais da área esperam que, com este Dia Internacional, todos os países passem a gerar conscientização, compromisso e ações, que transformem as realidades das pessoas com deficiência (PCD) no mundo. O avanço desta iniciativa depende diretamente do envolvimento da comunidade que luta pela causa e devem estabelecer estratégias para manter o tema em evidência.

Objetivo

Neste dia, portanto, busca-se promover os direitos humanos de todas as pessoas com deficiência em níveis local, nacional, regional e internacional; pode ser também uma oportunidade para estimular debates sobre o assunto da deficiência em geral e tornar públicos os programas, as políticas e as leis.

Muitos de nós ouvimos, durante anos, que pessoas com deficiência têm pouco valor. Mas, na verdade, seus direitos são importantes, suas habilidades e experiências são de enorme valor para a comunidade, a sociedade, o mundo. Estas pessoas têm direitos, necessidades e habilidades como quaisquer outras pessoas.

Eventos

Os eventos que marcam o Dia Internacional devem envolver as pessoas com deficiência e suas organizações; celebrar as experiências e suas lutas.

Em todo o mundo, estas pessoas estão entre as mais pobres e vivem vidas de desvantagem e privação. Por quê? Tradicionalmente, a deficiência é vista como um “problema” do indivíduo e, por isso, ele deveria se adaptar à sociedade ou ser mudado por profissionais através da reabilitação ou cura.

A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI - Lei 13.146/15) entrou em vigor em(02/01/16). A nova legislação garante mais direitos às pessoas com deficiência e prevê punições para atos discriminatórios. Dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 45,6 milhões de pessoas afirmaram ter algum tipo de deficiência, o que representa 23,9% da população brasileira.

Entre os direitos garantidos pela nova lei para atender a essa parcela da população, estão a oferta de profissionais de apoio escolar em instituições privadas, sem custo para as famílias, a acessibilidade para pessoas com deficiência em 10% da frota de táxis e o auxílio-inclusão, benefício de renda complementar ao trabalhador com deficiência que ingressar no mercado de trabalho.

Barreiras

Hoje, as pessoas com deficiência e suas organizações descrevem, a partir de suas experiências, como as barreiras econômicas e sociais têm obstruído a participação plena na sociedade.

Estas barreiras estão espalhadas em todos os espaços das grandes cidades a tal ponto que nos impedem de garantir uma boa qualidade de vida para nós mesmos, por exemplo a acessibilidade para todos.

Esta explicação é conhecida como o modelo social da deficiência, porque focaliza os ambientes e barreiras incapacitantes da sociedade em geral. O modelo social foi formulado por pessoas com deficiência e agora vem sendo aceito também por profissionais da área.  Ele enfatiza os direitos humanos e a equiparação de oportunidades.

Promover esta forma de pensamento sobre a deficiência: eis o objetivo principal deste Dia Internacional das Pessoas com Deficiência! A promoção deve levar às novas politicas públicas, capazes de concretizar o que está no papel de maneira efetiva a fim que os direitos das PCD sejam respeitados.

Foto: ANSA

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.