Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/07/2019

23 de Julho de 2019

Papa: reforçar o compromisso para eliminar o tráfico de pessoas

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Julho de 2019

Papa: reforçar o compromisso para eliminar o tráfico de pessoas

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

27/10/2016 11:22 - Atualizado em 27/10/2016 12:48
Por: Rádio Vaticano

Papa: reforçar o compromisso para eliminar o tráfico de pessoas 0

temp_titleOSSROM135238_Articolo_27102016123656

O Papa Francisco recebeu em audiência, nesta quinta-feira, dia 27 de outubro, os membros do “Grupo Santa Marta” que participou do encontro realizado, no Vaticano, sobre o tráfico de pessoas.

“Reforçar o compromisso para eliminar a chaga social do tráfico de pessoas”, disse o Pontífice em seu discurso às autoridades eclesiásticas e civis do Grupo Santa Marta, que dá uma contribuição importante na luta contra esta nova forma de escravidão. 

O Papa sublinhou com amargura que as vítimas “são homens e mulheres, muitas vezes menores, explorados, aproveitando de sua pobreza e marginalização”.

“Serve um esforço mirado, eficaz e constante, tanto para eliminar as causas deste fenômeno complexo, quanto para encontrar, assistir e acompanhar as pessoas que caem nas armadilhas do tráfico.”

“O número destas vítimas cresce, infelizmente, a cada ano, afirmam as organizações internacionais. Aos indefesos são roubadas a dignidade, a integridade física e psíquica, e até mesmo a vida”, disse ainda o Pontífice.

 

“Queridos amigos, lhes agradeço e encorajo a prosseguir neste compromisso. O Senhor recompensará o que for feito a estes pequenos da sociedade de hoje. Ele disse: ‘Estava com fome ... tive sede e você me ajudou; hoje também poderia dizer: "Eu fui abusado, explorado e escravizado, e você me socorreu.”

Sensibilizar a sociedade é o desafio no Brasil

O Grupo apresenta ao Papa Francisco um relatório com o progresso que tem sido feito desde o acordo assinado há dois anos, em que cada um dos 24 chefes de polícia se empenhava em desenvolver parcerias com a Igreja e com a sociedade civil para levar à Justiça os responsáveis pelo crime do tráfico e para aliviar o sofrimento das vítimas.

A Diretora do Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), Ir. Rosita Milesi, participa pela primeira vez deste encontro e compartilhou a experiência brasileira neste campo. Ela afirma que o Brasil avançou em termos de legislação, de criminalizar os responsáveis por este crime, mas precisa “caminhar muito” quanto à sensibilização da sociedade.

Foto: Site Oficial da RV

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.