Arquidiocese do Rio de Janeiro

26º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 24/05/2019

24 de Maio de 2019

Museu dedicado a João Paulo I será inaugurado na Itália

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

24 de Maio de 2019

Museu dedicado a João Paulo I será inaugurado na Itália

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

26/08/2016 11:54 - Atualizado em 30/08/2016 11:18
Por: Rádio Vaticano

Museu dedicado a João Paulo I será inaugurado na Itália 0

temp_titleANSA1056768_Articolo_26082016115148

O Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, preside a Eucaristia na tarde desta sexta-feira (26/8), em Canale D’Agordo, diocese de Belluno, no Vêneto, por ocasião da inauguração do Museu dedicado ao Papa João Paulo I.

Não se trata somente de uma exposição de documentos e objetos do Papa Luciani, que governou a Igreja por apenas 33 dias, mas a tentativa de manter um encontro mais próximo com a pessoa e o mundo da cultura do “Papa do Sorriso”, como era carinhosamente chamado.

Ouça a reportagem na íntegra:

Filmes, áudios e fotografias farão parte de um percurso instalado em um prédio do século XV, situado ao lado da igreja paroquial de São João Batista. O objetivo é levar o visitante a mergulhar na trajetória humana e espiritual do Papa Albino Luciani, desde o seu nascimento até à sua eleição como Sucessor de Pedro.

São dados destaques à formação e o ensinamento do Papa Luciani, sua profunda preparação cultural e pastoral, sua atenção com os necessitados, a simplicidade, a humildade, a transparência e a sua grande sensibilidade como Pastor”.

Vida e obra

O visitante poderá saber detalhes sobre os 20 anos de vida pastoral do Papa João Paulo I, os 11 anos de episcopado na Diocese de Vittorio Veneto, sua experiência no Concílio Vaticano II e os 9 anos transcorridos como Patriarca de Veneza.

Ao visitar o Museu, o Cardeal Pietro Parolin declarou: “As virtudes de João Paulo I podem servir de modelo para todos os cristãos. O reconhecimento da sua santidade será um benefício para toda a Igreja. Não podemos fazer previsões sobre uma sua Beatificação. Um homem humilde e simples como Albino Luciani não tem pressa de ser declarado santo”.

Nova publicação

Ainda em Canale D’Agordo, terra natal do Papa Luciani, o cardeal Pietro Parolin participou da apresentação do número especial da Revista “Le TreVenezie” (As Três Venezas), intitulado “João Paulo I: Albino Luciani. Um Papa atual”.

O Prefácio do número especial foi escrito pelo Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, d pelo Cardeal Beniamino Stella, Prefeito da Congregação para o Clero e Postulador da Causa de Beatificação do Papa Luciani.

Albino Luciani

Albino Luciani nasceu em Canale d'Agordo, diocese de Belluno, no Vêneto, em 17 de outubro de 1912. Era Patriarca de Veneza quando foi eleito Papa em 26 de agosto de 1978, governando a Igreja por apenas 33 dias. Recebeu o apelido de "Papa do Sorriso", por sua afabilidade, alegria e simplicidade.

Foi o primeiro Papa, desde Clemente V, a recusar uma coroação formal, cerimônia não abolida oficialmente. Não quis ser carregado na Cadeira gestatória, como acontecia com outros Papas, devido à sua humildade. Papa Luciani foi o pioneiro a adotar um nome duplo, João Paulo I, em homenagem aos seus dois antecessores, Paulo VI e João XXIII. 

Foto: ANSA

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.