Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/11/2018

18 de Novembro de 2018

Dorothy Stang: Comissão Pastoral da Terra considera absurda a decisão do STF

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Novembro de 2018

Dorothy Stang: Comissão Pastoral da Terra considera absurda a decisão do STF

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/05/2013 15:33 - Atualizado em 15/05/2013 16:18
Por: Da Redação

Dorothy Stang: Comissão Pastoral da Terra considera absurda a decisão do STF 0

Dorothy Stang: Comissão Pastoral da Terra considera absurda a decisão do STF / Arqrio

Diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em anular a condenação de Vitalmiro Bastos de Moura, acusado de matar a missionária norte-americana Dorothy Stang, em Anapu (PA), em fevereiro de 2005, a comissão Pastoral da Terra manifestou-se contrária ao posicionamento do STF e julgou a decisão “absurda”.

A missionária foi morta a tiros no municipio de Anapu, o sudoeste paraense. A religiosa participava da Comissão Pastoral da Terra, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), desde a sua fundação, e acompanhou a vida e a luta dos trabalhadores do campo, sobretudo na região da Transamazônica, no Pará.

 O fazendeiro Vitalmiro Moura, o Bida, acusado de ser o mandante do crime havia sido condenado em 2010, a 30 anos de prisão.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.