Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/11/2018

18 de Novembro de 2018

Bispos estudam temática da CF 2014: tráfico de pessoas

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Novembro de 2018

Bispos estudam temática da CF 2014: tráfico de pessoas

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/05/2013 13:18 - Atualizado em 15/05/2013 14:43
Por: Site CNBB

Bispos estudam temática da CF 2014: tráfico de pessoas 0

Bispos estudam temática da CF 2014: tráfico de pessoas / Arqrio

Os trabalhos do Consep na tarde desta terça-feira, 14 de maio, focaram o estudo da temática da Campanha da Fraternidade 2014: o tráfico de pessoas. Um estudo sobre o tema foi apresentado pela professora Márcia Sprandel, da Associação Brasileira de Antropologia.

A assessora mostrou como o tema abordado possui implicações sociais, políticas e jurídicas.

- O assunto envolve outras questões como o trabalho escravo, o trabalho infantil, a prostituição e a migração, explicou Márcia. Para ela, o desafio é tirar o foco da questão criminal, buscando evidenciar a dimensão humana, antropológica e social.

Márcia evidenciou como a Campanha da Fraternidade tem muito a contribuir com a reflexão da sociedade neste campo.

— A Igreja, à medida que está junto das pessoas, pode mostrar que as vítimas tem uma história, que são trabalhadores em mobilidade.

Após o colóquio da antropóloga, os bispos e os assessores se reuniram em grupos de estudo para aprofundar a questão. Também realizaram a análise das propostas de cartazes que serão utilizados na Campanha.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.