Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/08/2018

17 de Agosto de 2018

Programa do Papa durante JMJ será apresentado na Polônia esta quinta-feira

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Agosto de 2018

Programa do Papa durante JMJ será apresentado na Polônia esta quinta-feira

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

08/06/2016 17:06 - Atualizado em 08/06/2016 17:06
Por: Rádio Vaticano

Programa do Papa durante JMJ será apresentado na Polônia esta quinta-feira 0

temp_titlejmj_cracovia_2016_10052016102309

O programa oficial da visita do Papa à Polônia por ocasião da JMJ2016 (de 26 a 31 de julho), será apresentado em coletiva de imprensa esta quinta-feira 9 de junho, em Varsóvia e Cracóvia.

Conforme antecipado em março, o programa não sofrerá particulares alterações, com as confirmações das visitas do Papa à Cracóvia, Częstochowa e Auschwitz–Birkenau.

Para a apresentação em Varsóvia é aguardada a presença do novo Núncio Apostólico no país, Dom Celestino Migliore, e de Beata Kempa, responsável pela equipe Governo-Igreja Católica empenhada na organização da JMJ, além do Secretário da Conferência Episcopal polonesa, Dom Artur Mizinski.

Segundo o cronograma preliminar, em 27 de julho o Papa Francisco chegará a Cracóvia, encontrando inicialmente o Presidente da República da Polônia, Andrzej Duda, membros do Governo e representantes do Parlamento, e após, os bispos poloneses, na Catedral e templo nacional de Wawel, onde irá venerar as relíquias de São Stanislau, bispo e mártir.

O programa prevê a visita ao Santuário mariano de Częstochowa – na quinta-feira, 28 julho, com a celebração de uma Missa pelo 1050° aniversário do Batismo da Polônia. Na sequência, a saudação aos participantes da JMJ, no parque de Blonia, um dos maiores parques da Europa.

Nas proximidades do local será montada a chamada “Área da Reconciliação”, com centenas de confessionários e a tenda para a adoração ao Santíssimo.

Na sexta-feira, 29 de julho, o Papa Francisco visitará o Campo de Concentração de Auschwitz–Birkenau, onde rezará junto ao “muro da morte”, no Bloco n. 11, e na cela de São Maximiliano Kolbe.

Na parte da noite, o Santo Padre presidirá a Via Sacra, que deverá colocar em evidência Cristo Misericordioso, que se manifesta hoje na vida da Igreja por meio de tantas obras de caridade.

Na manhã de 30 de julho o Papa Francisco chegará ao Santuário da Divina Misericórdia, Rezará na Capela da Irmã Faustina, depois atravessará a Porta Santa da Basílica de Łagiewniki e celebrará a Eucaristia com sacerdotes e consagrados de toda a Polônia. E então, junto com jovens, irá ao Santuário de São João Paulo II.

Os dois Santuários são Igreja Jubilares, onde os participantes poderão atravessar a Porta da Misericórdia no âmbito da peregrinação da Misericórdia.

A JMJ terminará em Brzegi, numa esplanada de mais de 200 hectares denominada “Campus Misericordiae”, onde terá lugar a Vigília e a Eucaristia conclusiva.

Durante a Vigília, jovens de diversos países falarão dos problemas de sua geração: desemprego, dependências, perseguições. “Apresentaremos tudo isto a Deus, junto com o Papa”, comentam do escritório dos responsáveis litúrgicos pela a JMJ.

Na Missa de encerramento são esperados 2,5 milhões de fieis. 

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.