Arquidiocese do Rio de Janeiro

29º 17º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 26/05/2019

26 de Maio de 2019

Juristas brasileiros debatem tráfico humano no Vaticano

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

26 de Maio de 2019

Juristas brasileiros debatem tráfico humano no Vaticano

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

03/06/2016 15:38 - Atualizado em 03/06/2016 15:38
Por: Rádio Vaticano

Juristas brasileiros debatem tráfico humano no Vaticano 0

Juristas brasileiros debatem tráfico humano no Vaticano / Arqrio

A troca de experiências e a cooperação internacional: esses são os principais aspectos ressaltados pelos participantes do encontro em andamento, no Vaticano, sobre tráfico humano e crime organizado.

>> Clique aqui para ouvir a reportagem

Organizado pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais, o evento reúne procuradores e magistrados de inúmeros países, entre os quais o Brasil, com cinco representantes.

O Programa Brasileiro entrevistou a Procuradora Regional da República, Zélia Luiza Pierdoná:

“Eu penso que o mais interessante é essa troca de experiência entre as autoridades, especialmente o Ministério Público e a magistratura, porque me parece que a proposta do Papa foi reunir os aplicadores do Direito nessa questão do tráfico de pessoas e também sobre crime organizado. E essa preocupação do Papa Francisco é muito bem-vinda na medida em que está reunindo pessoas que certamente vão contribuir para, se não eliminar, pelo menos amenizar muito este problema. O enfoque da minha fala hoje à tarde sobre o tráfico de pessoas na perspectiva da exploração sexual é interessante porque o trabalho do Ministério Público Federal foi focado e está sendo direcionado para a atenção à vítima, e percebi que esta também é a preocupação do Papa Francisco.”

Já o Procurador Regional da República e Secretário de Cooperação Internacional, Vladimir Aras, ressaltou a cooperação internacional:

“É extremamente importante estimular a cooperação internacional para a luta contra todo tipo de criminalidade. Não só o crime organizado, mas outros tipos de criminalidade que têm se intensificado também em virtude da globalização da economia, da facilidade que as pessoas têm de passar de um país a outro, das mercadorias que passam de um país a outro e dinheiro também. Quando se pensa nessa perspectiva, nós percebemos que entre essas pessoas estão criminosos, entre essas mercadorias estão produtos ilícitos, e no meio desses valores que são movimentados de uma parte a outra também está o dinheiro sujo. Então nessa perspectiva é importante que os órgãos do Ministério Público e as autoridades policiais dos vários países possam se encontrar e debater temas importantes como o tráfico de seres humanos.”

Na tarde desta sexta-feira, o Papa Francisco participa do encontro realizado nos Jardins Vaticanos, na Casina Pio IV.

Foto: ANSA

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.