Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 24/07/2017

24 de Julho de 2017

Brasileiro nº1 do mundo: "Papa faz as pessoas acreditarem"

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

24 de Julho de 2017

Brasileiro nº1 do mundo: "Papa faz as pessoas acreditarem"

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

16/05/2016 12:14 - Atualizado em 16/05/2016 12:14
Por: Rádio Vaticano

Brasileiro nº1 do mundo: "Papa faz as pessoas acreditarem" 0

Brasileiro nº1 do mundo:

A dupla Marcelo Melo e Ivan Dodig parou no segundo turno do aberto de tênis de Roma. Porém, o brasileiro segue como o melhor do mundo no ranking individual de duplas da ATP.

Durante a passagem por Roma, Marcelo esteve na Rádio Vaticano. Ele comentou sobre a realidade do tênis do Brasil após a “era” Guga Kuerten e convidou todos a prestigiarem as Olimpíadas no Rio de Janeiro – os “Jogos da Paz”.

“O esporte não é somente uma forma de entretenimento, mas também – e eu diria sobretudo – um instrumento para comunicar valores que promovem o bem da pessoa humana e ajudam na construção de uma sociedade mais pacífica e fraterna. Pensemos na lealdade, na perseverança, na amizade, na partilha, na solidariedade. O esporte é escola da paz, ensina-nos a construir a paz”.

Jogos pela Paz

Palavras de incentivo do Papa ao esporte como promotor da inclusão e da paz em sua mensagem para a abertura da Copa do Mundo do Brasil. Marcelo não só concorda com o Pontífice, como reforça o conceito.

“No mundo em que a gente vive hoje, temos que pregar pela paz. Muitos falam do Brasil, a maneira como está, e se colocarmos um pouco de paz no coração, poderemos respeitar mais as pessoas. E o Papa consegue fazer as pessoas acreditarem. Se pensarmos um pouco mais nas outras pessoas, teremos um mundo muito melhor”.

Aos 32 anos, Marcelo está pronto para disputar a sua 3ª Olimpíada. Confia em uma medalha e convida todos os brasileiros a torcerem pelos atletas olímpicos.

“Poder jogar no Brasil vai ser a mais especial delas. Eu e o Bruno temos jogado bem juntos, em Londres perdemos nas quartas, então fico feliz da maneira como a gente joga e chegaremos a um nível alto com chance de medalha. Quero chamar todo mundo para ir às Olimpíadas para torcer pelos atletas brasileiros”.

>> Clique aqui e ouça a entrevista

Foto: AFP

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.