Arquidiocese do Rio de Janeiro

34º 26º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/01/2017

20 de Janeiro de 2017

Cardeal Ravasi faz elo entre ética e Laudato Si’

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Janeiro de 2017

Cardeal Ravasi faz elo entre ética e Laudato Si’

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

08/04/2016 17:54 - Atualizado em 08/04/2016 17:54
Por: Nathalia Cardoso (nathaliacardoso@testemunhodefe.com.br)

Cardeal Ravasi faz elo entre ética e Laudato Si’ 0

Cardeal Ravasi faz elo entre ética e Laudato Si’ / Arqrio

O penúltimo evento do Pátio dos Encontros, ocorrido de 6 a 8 de abril no Rio de Janeiro, foi a aula magna ministrada pelo cardeal italiano Gianfranco Ravasi, presidente do Pontifício Conselho para a Cultura, na PUC-Rio. Sob o tema do Pátio, “Ética e transcendência”, o cardeal comentou a primeira carta encíclica do Papa Francisco, a “Laudato Si”.

Ele, que já foi professor, começou sua explanação com citações da Bíblia. Destacou uma parte do Gênesis em que está escrita a frase: “E viu Deus que era bom”. Ele explicou que “bom” foi traduzido de uma palavra grega que também pode significar ‘belo’. Esse seria um ponto de interseção entre ética e ecologia. Para ele, “o homem é capaz de destruir a natureza quando é incapaz de contemplá-la”.

“Cada atividade nossa, mesmo a mais insignificante, tem uma dimensão ética. Por isso é necessário que a sustentabilidade, que a vida no interior do mundo, nossa casa comum, seja regulada pela ética. Na prática, sociedade e natureza semeiam-se entre si. O mundo em que estamos é um pequeno jardim, no qual o homem e a mulher se movem: eles podem curá-lo ou eles podem destruí-lo. E este é o problema da relação entre a ecologia e a ética: são duas realidades que caminham juntas”, explicou.

‘Jardim bíblico’

Estiveram presentes o organizador do Pátio dos Encontros e bispo auxiliar Dom Paulo Cezar Costa, o grão-chanceler da PUC-Rio e arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, o reitor da universidade e mestre em ciências biológicas, padre Josafá Carlos de Siqueira, o vice-reitor, padre Francisco Ivern Simó e o diretor do Departamento de Teologia, padre Leonardo Agostini, que ao longo desses três dias de eventos tem sido o tradutor do Cardeal Ravasi, que não fala português.

Segundo o Cardeal Ravasi, os alunos da PUC foram privilegiados em dois aspectos com relação à ecologia: primeiro porque estudam dentro do que ele chamou de “jardim bíblico”, um campus onde a natureza está em quase toda parte, e depois por terem como reitor um biólogo que, segundo ele, é o maior especialista na encíclica “Laudato Si” do mundo.

Aula magna

A aula magna marcou a abertura oficial do ano letivo na universidade. Na abertura, Dom Orani destacou a importância do momento: “Sendo o reitor uma pessoa que tem toda uma preocupação com a ecologia, é uma casamento perfeito essa aula estar acontecendo aqui nesse momento”, afirmou.

Antes do início da aula, o Coral da PUC cantou o Hino Nacional e um cântico em latim, que fez o Cardeal Ravasi brincar: “Nem em Roma se consegue cantar em latim e vocês o fizeram. Estou impressionado”.

O reitor, padre Josafá, concedeu a ele uma placa de homenagem e agradeceu pela aula e pela presença.

“Ter a oportunidade de ouvir uma conferência do cardeal sobre a “Laudato Si” é algo fundamental. Ela é impregnada de muitos princípios e valores éticos. Ele explicou muitos deles aqui hoje. E à medida que vamos lendo, vamos percebendo quais são: a responsabilidade, o cuidado com a terra, o compromisso socioambiental. Sabemos da importância que isso tem nos dias de hoje”, disse ele. 

Foto: Gustavo de Oliveira

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.