Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 17º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 28/05/2017

28 de Maio de 2017

Museu multimídia sobre cristãos na Terra Santa abre nesta quinta

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

28 de Maio de 2017

Museu multimídia sobre cristãos na Terra Santa abre nesta quinta

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/03/2016 12:23 - Atualizado em 17/03/2016 12:23
Por: Rádio Vaticano

Museu multimídia sobre cristãos na Terra Santa abre nesta quinta 0

Museu multimídia sobre cristãos na Terra Santa abre nesta quinta / Arqrio

A inauguração do museu dedicado à presença cristã na Terra Santa está marcada para esta quinta-feira, 17 de março, no Convento da Flagelação. Documentos, arqueologia, música e tecnologia multimídia estarão juntas para inserir os peregrinos e turistas na história da cidade santa.

O percurso do “Terra Sancta Museum” levará às origens da fé, além de restituir vida às pedras, testemunhas da revelação divina. Padre Eugenio Alliata, arqueólogo franciscano  da Custódia da Terra Santa falou do museu em entrevista à Rádio Vaticano.

Pe. Eugenio – A primeira seção a ser aberta será do tipo multimídia: é aquela de mais fácil acesso a todos peregrinos porque, além de um estímulo cultural e arqueológico, dará também um estímulo emocional. Será dedicada à Via Dolorosa, a rua que, segundo a tradição secular, identifica a Via Crucis, por onde Jesus percorreu com a cruz sobre as costas até o Calvário.

RV – O que os visitantes irão ver em relação a essa seção multimídia da Via Dolorosa­?

Pe. Eugenio – Então, preparamos um ambiente do antigo Convento da Flagelação, um ambiente que conserva aquelas partes que foram encontradas no lugar da construção do mesmo. Em especial, conserva as partes da Fortaleza Antônia, o lugar tradicional da condenação de Jesus em Jerusalém. Depois se passa para um percurso de vídeo, música e voz que acompanha o visitante no decorrer da história do lugar. É nesse momento que a apresentação fica mais emotiva porque o peregrino é convidado a se identificar a outros peregrinos que fizeram o percurso antes dele: “os apóstolos, as almas de santos”...

RV – Então, um percurso fortemente sugestivo para redescobrir as raízes da presença cristã na Terra Santa, mas também favorecer o diálogo com outras culturas e religiões já que o museu é dirigido a todos, é aberto a todos.

Pe. Eugenio – Não somente em geral é dirigido a todos, mas fizemos um esforço particular para preparar os textos em diversas línguas. Entre elas, inclusive aquela hebraica e árabe para que a população local, sejam de hebreus ou de árabes, possa se sentir envolvida na apresentação.

RV – Estamos falando da primeira parte do museu que prevê uma extensão da área nos próximos anos...

Pe. Eugenio – Esperamos que sim, que ao terminar esse primeiro passo em Jerusalém, possamos estender o mesmo conceito em outros santuários da Terra Santa, como Nazaré, por exemplo. O projeto é grande, mas sabemos que não devemos realizá-lo todo de uma vez só, mas realizá-lo aos poucos e segundo as possibilidades do ponto de vista prático.

RV – Certamente que iniciativas como essa fazem a experiência da peregrinação à Terra Santa mais rica e envolvente, já que nos últimos anos ocorreu uma diminuição de visitantes...

Pe. Eugenio – Sobretudo da Europa e de outros países ocidentais teve uma diminuição notável devido a muitos fatores. Mas a experiência do passado nos ensina que esses são momentos de flexão. A Terra Santa tem uma atração tão forte! Temos certeza que a peregrinação voltará o quanto antes.

RV – Pensando na celebração da Páscoa, este museu oferece uma riqueza a mais para quem for à Terra Santa...

Pe. Eugenio – Justamente pensamos em fazer a abertura antes da Páscoa, quando o fluxo dos peregrinos é maior em Jerusalém.

Foto: Rádio Vaticano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.