Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/08/2017

17 de Agosto de 2017

Eleições para Conselhos Tutelares

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Agosto de 2017

Eleições para Conselhos Tutelares

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/02/2016 14:56 - Atualizado em 26/02/2016 17:49
Por: Priscila Xavier (priscila@testemunhodefe.com.br)

Eleições para Conselhos Tutelares 0

Eleições para Conselhos Tutelares  / Arqrio

A votação para a escolha dos conselheiros tutelares do município do Rio de Janeiro, para um mandato até 2019, vai acontecer no dia 28 de fevereiro, das 9h às 17h. Serão ao todo 171 postos disponíveis, pelo menos um em cada bairro.

A Arquidiocese do Rio participa das ações do Conselho Tutelar há dez anos, através do Vicariato para a Caridade Social, apoiando e formando os candidatos inseridos em pastorais de cunho social da Igreja, visando assegurar que as ações sejam decididas dentro dos valores cristãos.

Ao todo, são 500 candidatos inscritos, sendo 51 participantes do curso de formação promovido pela arquidiocese, que concorrem a uma das cem vagas disponíveis para os conselheiros.

De acordo com o membro da equipe do Vicariato Episcopal para a Caridade Social Isaias Bezerra, o apoio e a participação da comunidade são fundamentais, uma vez que o voto garante o direito de crianças e adolescentes.

“O importante é a gente perceber e valorizar o voto do Conselho Tutelar. Essa é uma eleição facultativa, portanto, não é obrigatória, mas é a missão da nossa comunidade. Precisamos dar o nosso apoio para que crianças e adolescentes possam, de fato, ter os direitos assegurados. Essa é uma tarefa fundamental para todos aqueles que acreditam na proposta do Evangelho: “Eu vim para que todos tenham vida”, e nossas crianças precisam de vida”, destacou.

O Conselho Tutelar é um órgão municipal, constituído por representantes civis, responsável por zelar pelos direitos e deveres da criança e do adolescente previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ele é autônomo, ou seja, não é subordinado a qualquer outro órgão estatal, e é mantido financeiramente pela prefeitura.













temp_titleCARTAZ_2016OK_18022016140356

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.