Arquidiocese do Rio de Janeiro

21º 16º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/07/2019

17 de Julho de 2019

Mais de meio milhão de fiéis em Roma por Padres Pio e Leopoldo

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Julho de 2019

Mais de meio milhão de fiéis em Roma por Padres Pio e Leopoldo

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/02/2016 12:42 - Atualizado em 12/02/2016 12:42
Por: Rádio Vaticano

Mais de meio milhão de fiéis em Roma por Padres Pio e Leopoldo 0

Mais de meio milhão de fiéis em Roma por Padres Pio e Leopoldo / Arqrio

O traslado dos restos mortais de São Pio de Pietrelcina e de São Leopoldo Mandić e o envio dos Missionários da Misericórdia constituíram o primeiro grande evento no calendário do Jubileu da Misericórdia. O público presente em Roma na semana de exposição dos corpos, estimado em mais de meio milhão de pessoas, superou todas as expectativas, segundo a avaliação do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização.

Papel da mídia

O comunicado ressalta a grande presença de fieis vindos a Roma de todas as partes do mundo para prestar homenagem aos dois Santos Confessores e agradece “a presença constante da mídia, que permitiu aos doentes, aos detentos e idosos a acompanhar pela televisão e rádio as celebrações”.

Espiritualidade contagiante

O fluxo contínuo dos fieis nos dias 3 e 4 de fevereiro concentrou-se na Basílica de São Lorenço fora-dos-muros. Milhares de pessoas na noite de 4 de fevereiro esperaram por horas a chegada dos restos mortais dos dois santos na Basílica de San Salvatore in Lauro, que permaneceu aberta ininterruptamente até a procissão do dia seguinte até a Basílica de São Pedro. “A oração foi contínua – observa a nota – durante 24 horas. Uma espiritualidade participativa e espontânea que tocou toda a cidade”, e rendeu testemunhos de fé e de devoção dos fieis.

Audiência com o Papa

Outro momento relevante foi a audiência que o Santo Padre concedeu na manhã de 6 de fevereiro aos Grupos de Oração de Padre Pio, vindos de todos os continentes. Também foi ressaltada a comoção de tantos fieis que na tarde de sábado puderam presenciar a visita inesperada do Papa Francisco à Basílica, detendo-se em oração junto à São Leopoldo e São Pio.

Missionários da Misericórdia

Todos estes momentos tiveram o seu ápice com o envio dos Missionários da Misericórdia. De fato, eram 750 os Missionários presentes na Basílica de São Pedro durante a Quarta-feira de Cinza, mas mais de 300 estavam unidos em oração em diversas partes do mundo. No dia precedente, o Papa Francisco havia dirigido a eles algumas palavras, instruindo-os em como cumprir a sua missão com ternura, levando a todos o abraço misericordioso do Pai.

Despedida

Na manhã de hoje, por fim, a Santa Missa presidida por Dom Rino Fisichella, onde mais uma vez foi possível constatar a oração e o afeto de milhares de fieis pelos dois Santos Confessores. Ao final da liturgia, uma solene procissão  dos restos mortais permitiu aos fieis prestarem a última homenagem.

O comunicado conclui agradecendo aos Freis Capuchinhos, à Gendarmaria Vaticana, à Guarda Suíça, à Fábrica de São Pedro e às Forças de ordem italianas pela colaboração. 

Foto: Observatório Romano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.