Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 26/05/2019

26 de Maio de 2019

Madre Teresa: miraculado brasileiro tem vida normal e virá ao Vaticano

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

26 de Maio de 2019

Madre Teresa: miraculado brasileiro tem vida normal e virá ao Vaticano

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

18/12/2015 12:26 - Atualizado em 18/12/2015 13:22
Por: Rádio Vaticano

Madre Teresa: miraculado brasileiro tem vida normal e virá ao Vaticano 0

Madre Teresa: miraculado brasileiro tem vida normal e virá ao Vaticano / Arqrio

O Padre Caetano Rizzi, promotor de Justiça no processo diocesano que avaliou o caso do miraculado por intercessão de Madre Teresa, afirmou que o homem, hoje com 40 anos e vivendo no Rio de Janeiro, está bem de saúde, leva uma vida normal, tem dois filhos e até passou em 1º lugar num concurso público.

“O milagre continua”, disse Padre Rizzi à Rádio Vaticano por telefone, antes de embarcar para São Paulo, no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. 

Padre Rizzi: O miraculado estava nesta época do ano, em 2008, passando lua de mel em Gramado (RS), que é a minha cidade natal. Lá em Gramado, ele se sentiu mal e foi levado às pressas a Santos, a sua cidade, onde foi internado praticamente em coma, com morfina porque sentia muitas dores. O médico levou-o imediatamente ao centro cirúrgico porque a tomografia acusava oito abcessos no cérebro. Enquanto ele estava na mesa cirúrgica, o médico constatou a falta de um dreno para retirar o líquido que estava se acumulando. Enquanto o médico buscava o dreno, o paciente voltou a si e perguntou: "o que estou fazendo aqui?".

Porque antes de ser internado, a sua esposa, que é catequista da paróquia e que é muito católica, chamou o pároco para administrar o sacramento da Unção. O Padre Almiran foi até o hospital, administrou o Sacramento e deu a eles uma medalhinha de Madre Teresa e disse: rezem a Madre Teresa que ela vai alcançar a graça para vocês.  Eles imediatamente rezaram e colocaram a medalhinha embaixo do travesseiro do paciente, do miraculado. No dia seguinte, ele foi embora: quem deveria sair de lá morto... Porque o médico disse à esposa: vá para a sua casa, traga os documentos e as roupas porque infelizmente não temos mais o que fazer. E o médico, constatado tudo, no Tribunal, disse: eu não sei explicar. A ciência não tem uma palavra para explicar o que aconteceu. De 17 pacientes que eu tratei nesta área, 16 morreram. Somente este sobreviveu. E o médico não é cristão.

Rádio Vaticano: Padre Rizzi, como é a vida do miraculado hoje?

Padre Rizzi: Tem vida normal, tem 40 anos de idade e mora no Rio de Janeiro. Ele passou num concurso público federal e tirou o primeiro lugar no Brasil. O milagre continua: o médico disse: vocês se casaram há pouco, mas eliminem a possibilidade de ter filhos porque os medicamentos que ele tomou interfeririam nisso. Mas eles pediram a Madre Teresa e eles tem dois filhos perfeitos. Estou emocionado...

Rádio Vaticano: Realmente uma história que emociona, principalmente para quem acompanhou desde o início...

Padre Rizzi: Foi, foi de perto. Domingo, o miraculado esteve na minha paróquia. Olhávamos juntos o quadro de Madre Teresa, e lá tem uma relíquia de Madre Teresa, um cabelo dela, então rezamos junto ao quadro e não sabíamos que nesta semana tudo iria acontecer para a Glória de Deus.

Rádio Vaticano: Com um milagre brasileiro Madre Teresa vai ser canonizada...

Padre Rizzi: Exatamente. Santos é privilegiada. A santa Bakita também escolheu Santos para fazer o milagre dela em 1994, e eu também trabalhei no milagre de Bakita.

Rádio Vatica: A santa africana. Agora temos que esperar pela data da canonização. Saberemos quem é o miraculado, que vai participar da celebração...

Padre Rizzi: Ele já preparou os passaportes para ele, para a esposa e para os filhos. Agora estamos só esperando a data para irmos ao Vaticano.

Fotos: Reuters

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.