Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 13º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 19/07/2019

19 de Julho de 2019

Bento XVI estará presente na abertura da Porta Santa

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

19 de Julho de 2019

Bento XVI estará presente na abertura da Porta Santa

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

07/12/2015 11:16 - Atualizado em 07/12/2015 11:16
Por: Rádio Vaticano

Bento XVI estará presente na abertura da Porta Santa 0

Bento XVI estará presente na abertura da Porta Santa / Arqrio

O Papa emérito Bento XVI aceitou o convite do Papa Francisco para a cerimônia de abertura da Porta Santa. Portanto, estará presente no adro da Basílica de São Pedro para o rito de abertura na manhã do próximo dia 8, Solenidade da Imaculada Conceição e início do Ano Santo da Misericórdia.

Nestas últimas semanas, o Papa Francisco citou várias vezes Bento XVI sobre a relação entre misericórdia e verdade. Em particular, no início do Sínodo sobre a Família recordou que “a Igreja é chamada a viver a sua missão na verdade que não muda segundo as modas passageiras ou opiniões dominantes. A verdade que protege o ser humano e a humanidade das tentações do ego e do transformar o amor fecundo em egoísmo estéril, a união fiel em relações temporárias”. 

Ele citou diretamente Bento XVI que afirma na Caritas in veritate: “Sem verdade, a caridade cai no sentimentalismo. O amor torna-se um invólucro vazio, que se pode encher arbitrariamente. É o risco fatal do amor numa cultura sem verdade”.

Depois na conclusão do sínodo, repropôs ainda Bento XVI quando afirmou: “A misericórdia é uma realidade, o núcleo central da mensagem do Evangelho. É o próprio nome de Deus.”

Anunciando o Jubileu Extraordinário da Misericórdia em 13 de março, o Papa Francisco disse: ”Queridos irmãos e irmãs, pensei muitas vezes em como a Igreja pode tornar mais evidente a sua missão de ser testemunha da Misericórdia. É um caminho que começa com uma conversão espiritual. Por isso, decidi convocar um Jubileu Extraordinário que tenha no centro a misericórdia de Deus”.

Foto: Arquivo

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.