Arquidiocese do Rio de Janeiro

36º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2018

12 de Dezembro de 2018

Papa condena violência "cega" no Mali

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2018

Papa condena violência "cega" no Mali

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

23/11/2015 15:34 - Atualizado em 23/11/2015 15:35
Por: Rádio Vaticano

Papa condena violência "cega" no Mali 0

Papa condena violência

“Violência cega”: assim o Papa definiu o atentado num hotel em Bamaco, no Mali, que na última sexta-feira, 20 de novembro, matou 21 pessoas, entre as quais dois terroristas.

Num telegrama assinado pelo Secretário de Estado, Card. Pietro Parolin, o Pontífice se une em oração à dor das famílias em luto e à tristeza dos malianos. Francisco confia todas as vítimas à misericórdia de Deus, implorando Dele conforto e consolação aos feridos.

“Consternado com esta violência cega, que condena veementemente, o Papa pede a Deus a conversão dos corações e o dom da paz”, lê-se no texto, endereçado ao Arcebispo de Bamaco, Dom Jean Zerbo.

No atentado, 19 estrangeiros morreram e sete ficaram feridos no hotel Radisson Blu. O grupo responsável pelo ataque é Murabitun, antigamente ligado a Al Qaeda. O Chefe de Estado, Ibrahim Boubacar Keita, decretou estado de emergência em todo o país por dez dias e três dias de luto nacional.

Foto: AP

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.