Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 17º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/09/2017

23 de Setembro de 2017

Apresentado o CD “Cantate Domino. A Capela Sistina e a música dos Papas”

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Setembro de 2017

Apresentado o CD “Cantate Domino. A Capela Sistina e a música dos Papas”

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

29/09/2015 15:52 - Atualizado em 29/09/2015 15:56
Por: Rádio Vaticano

Apresentado o CD “Cantate Domino. A Capela Sistina e a música dos Papas” 0

Apresentado o CD “Cantate Domino. A Capela Sistina e a música dos Papas” / Arqrio

O CD “Cantate Domino. A Capela Sistina e a música dos Papas”, foi apresentado à imprensa na manhã desta terça-feira, 29 de setembro, na Sala de Imprensa da Santa Sé. Com o selo da Deutsche Grammophon e gravado na Capela Sistina pela Capela Musical Pontifícia “Sistina”, o CD traz 16 faixas compostas pelo Coro da Palestrina, Allegri, Da Vittoria e Lasso. Participaram da coletiva, entre outros, Mark Wilkinson, Presidente da Deutsche Grammophon; o Arcebispo Georg Gänswein, Prefeito da Casa Pontifícia e Mons. Massimo Palombella, S.D.B., Maestro Diretor da Capela Musicale Pontificia “Sistina”.

O álbum lançado no dia 25 de setembro captura os sons etéreos das vozes do coro pessoal do Papa em uma acústica extraordinária. Preparado com uma especial autorização do Vaticano, o CD reúne músicas do renascimento compostas pelo Coral da Capela Sistina da Palestrina, Lasso e da Vittoria, dois cantos gregorianos, assim como duas primeiras gravações a nível mundial: o famoso Miserere de Allegri na versão original, segundo o Código Sistino de 1661 e um Nunc dimitti, atribuído a Palestrina, usado durante as celebrações papais. Cantate Domino apresenta estas músicas como foram concebidas: em latim e gravadas no local para o qual foram compostas.

Para capturar toda a magia, o mistério e a beleza desta música antiga executada neste ambiente único, a Deutsche Grammophon instalou dentro da Capela um estúdio construído exclusivamente para este fim. A mesa de mixagem foi instalada em uma antecâmara, ao lado da “Sala do Choro” (onde o Papa recém eleito veste pela primeira vez as vestes papais). Anna Barry, produtora nomeada diversas vezes ao Grammy, definiu como “um enorme privilégio” gravar entre os afrescos de Michelangelo no edifício sede dos conclaves papais. Algumas personalidades do mundo artístico, como Cecilia Bartoli e Roberto Gabbiani, tiveram o privilégio de assistir às gravações, assim como dignitários do Vaticano, como o Secretários para as Relações com os Estados, Arcebispo Paul Gallaguer.

O Coro da Capela Musical Pontifícia, conhecida como “Sistina” é formado por vinte cantores adultos e por trinta pueri cantores. O barítono Mark Spyropoulos, é o primeiro membro britânico estável do coro. O Diretor é Massimo Palombella, nomeado há cinco anos por Bento XVI. “A música que gravamos foi composta para as Celebrações Papais na Capela Sistina por compositores que as escreveram justamente para a Capela Musical Pontifícia” – declarou Mons. Palombella. “A Capela Sistina foi consagrada em 1483 e desde então foi o local onde initerruptamente cantou a Capela Musical Pontifícia. Neste últimos anos, após um intenso e cotidiano estudo específico sobre a música sacra no renascimento e a sua pertinência estética, chegamos ao ponto de poder enfrentar uma interessante e significativa gravação, neste extraordinário lugar, com este prestigioso selo. A minha esperança é de que estas obras-primas musicais possam chegar a milhares de ouvintes de todo o mundo para colocá-los em contato com a histórica cultura e a profunda espiritualidade da Igreja Católica”.

“Este coral extraordinário, que cantou para os Papas desde os primeiros séculos do cristianismo, nunca havia realizado uma gravação comercial na sua sede”, afirmou Mark Wilkinson, Presidente da Deutsche Grammophon. “Esta incursão na Sistina tem em si a força e a beleza e a excelência necessária para chegar a toda a humanidade, não somente ao público apaixonado pela música clássica”.

O lançamento do álbum Cantate Domino realiza-se às Vésperas do Jubileu Extraordinário da Misericórdia convocado pelo Papa Francisco para iniciar em 8 de dezembro próximo. No ano 2000, 25 milhões de peregrinos visitarão Roma e o Vaticano por ocasião do último Ano Santo.

Você pode conferir um videoclip sobre o álbum clicando https://www.youtube.com/watch?v=6t5fEnPtYzs&feature=youtu.be.

Foto: Observatório Romano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.