Arquidiocese do Rio de Janeiro

36º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2018

12 de Dezembro de 2018

Papa deixou mensagens importantes e bonitas em Cuba

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2018

Papa deixou mensagens importantes e bonitas em Cuba

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

23/09/2015 16:26 - Atualizado em 23/09/2015 16:26
Por: Rádio Vaticano

Papa deixou mensagens importantes e bonitas em Cuba 0

Papa deixou mensagens importantes e bonitas em Cuba / Arqrio

Com a conclusão da visita do Papa Francisco a Cuba, o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi fez uma breve análise dos pontos mais relevantes:

“Esta última manhã foi realmente esplêndida com a celebração no Santuário da Caridade do Cobre, que era como que o ápice espiritual desta viagem e uma das importantes motivações para o centenário da proclamação desta imagem da Virgem como Padroeira da nação cubana. Uma coisa muito, muito, muito sentida por todos e com uma grande participação. A presença nesta missa justamente daqueles que são os evangelizadores de base da Igreja cubana – leigos, catequistas, pessoas simples que fazem as pequenas comunidades nas casas de missão – era muito significativa. E depois também o encontro com as famílias na Catedral de Santiago foi belíssimo e foi realmente o ponto de passagem natural entre esta etapa e aquela nos estados Unidos e depois o Sínodo. Momentos de grande alegria. O Papa estava em grande forma, devemos dizer isto. Portanto uma conclusão melhor do que esta seria impensável. Foram três dias intensos, mas que responderam plenamente – eu diria – às expectativas do povo e da Igreja em Cuba: também às expectativas do povo, porque o Papa deu uma mensagem certamente de grande esperança, não obstante as dificuldades. O Papa tem uma grande autoridade moral, tendo sido também um encorajador deste processo de aproximação com os Estados Unidos, que é muito significativo, de uma busca e possibilidades de mudança na situação cubana. E depois o Papa, como grande pastor, soube dar inspiração para o encorajamento de uma comunidade eclesial que vive na pobreza, que tem poucas possibilidades, talvez, de agir e de expressar-se e poucos recursos, mas que vive com muita autenticidade o seu serviço aos outros e à sociedade, a começar pelos pobres. O Papa deu mensagens que vão muito segundo o seu coração: portanto a do valor da pobreza, o valor do serviço aos pobres, o valor da misericórdia, o valor da amizade social e da responsabilidade solidária pelo bem comum. Resumindo, me parece que em três dias houve mensagens importantes, bonitas e para todos”.

- Foi visível o conceito de uma Igreja em saída e de uma família que é escola da humanidade: me parece que estes sejam dois conceitos principais...

“Os conceitos são muitíssimos e é difícil ressaltar um em particular. Certamente, no que diz respeito às Igrejas, o Papa retomou uma fórmula que havia usado também em sua precedente viagem na América Latina, falando de “santo povo de Deus fiel, a caminho, em Cuba”, como nos outros países. Este, portanto, é o sentido do grande respeito pelo povo de Deus, em que está presente o Espírito do Senhor e que testemunha, inspirado pelo Evangelho, estes seus valores de amor, de caridade, de serviço, que são preciosos realmente para todos. E depois, portanto, uma Igreja que serve e que não está centrada em si mesma”.

- Padre Lombardi, uma última questão. Vimos que houve uma ligeira antecipação no programa.... estamos mais habituados aos atrasos do Papa. Por que?

“Porque o Papa é sempre muito rápido. Às vezes, nas suas celebrações, estão previstos tempos um pouco mais abundantes, para se estar seguros de não haver atrasos nos eventos sucessivos... Porém, às vezes, se cria algum tipo de antecipação e isto permite agir com grande naturalidade e serenidade. Digamos simplesmente que a missa no Santuário se desenvolveu em total serenidade – como era previsto – porém durou um pouco menos do que estava previsto e portanto se ganhou um pouco de tempo. Mas estamos em absoluta normalidade com as coisas: quando existe um programa complexo, podem existir atrasos e podem existir, às vezes, antecipações”.

Foto: Observatório Romano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.