Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 13º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 19/07/2019

19 de Julho de 2019

Jubileu: reserva obrigatória para passar pela Porta Santa

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

19 de Julho de 2019

Jubileu: reserva obrigatória para passar pela Porta Santa

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

14/08/2015 16:27 - Atualizado em 14/08/2015 16:27
Por: Rádio Vaticano

Jubileu: reserva obrigatória para passar pela Porta Santa 0

Jubileu: reserva obrigatória para passar pela Porta Santa / Arqrio

O Jubileu da Misericórdia terá uma novidade que deverá ser levada em consideração pelos milhares de peregrinos aguardados em Roma. Será obrigatório fazer uma reserva, com data e hora, para passar pela Porta Santa na Basílica de São Pedro. O anúncio foi dado pelo responsável pela Obra Romana de Peregrinações, Monsenhor Liberio Andreatta, um dos encarregados de organizar a logística de acolhida em vista do Ano Santo, que terá início em 8 de dezembro próximo.

A reserva – antecipou Monsenhor Andreatta – poderá ser feita pela internet e será gratuita. Quem não puder acessar o site, poderá fazer a reserva no Escritório do Castelo Sant’Angelo e nos pontos de acolhida da Obra Romana de Peregrinações. Uma vez registrado, o peregrino apresentará o bilhete no ingresso, na Via da Conciliação. “Ao longo do percurso serão realizados os controles de segurança. Serão feitos de maneira soft, sem criar filas ou dificuldades”, explicou Monsenhor, precisando que “o Papa Francisco deseja que a peregrinação seja uma experiência de fé e de oração” e a intenção do bilhete é “evitar um fluxo desordenado de peregrinos”.

“Trata-se simplesmente de um registro que os peregrinos poderão fazer online – confirma o Assessor dos Trabalhos Públicos de Roma, Maurizio Pucci. Isto serve para garantir um fluxo ordenado à Porta Santa, mas também para garantir a segurança. Trata-se do primeiro Jubileu em tempos de Estado Islâmico”, observou.

Foto: L’Osservatore Romano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.