Arquidiocese do Rio de Janeiro

21º 16º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/07/2019

17 de Julho de 2019

Papa envia mensagem por ocasião da Jornada da Vida

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Julho de 2019

Papa envia mensagem por ocasião da Jornada da Vida

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

23/07/2015 16:29 - Atualizado em 23/07/2015 16:29
Por: Canção Nova

Papa envia mensagem por ocasião da Jornada da Vida 0

Papa envia mensagem por ocasião da Jornada da Vida / Arqrio

No próximo domingo, 26 de julho, a Conferência Episcopal da Inglaterra celebra, no Reino Unido, a Jornada da Vida. Em memória aos pais da Virgem Maria e avós de Jesus, os santos Joaquim e Ana, a iniciativa deste ano está dedicada ao fim da vida, e têm como tema: “Cultivar a vida, aceitar a morte”.

Por essa razão, o Papa Francisco enviou uma mensagem saudando o Núncio Apostólico da Gran Bretanha, monsenhor Antônio Mennini, que a entregou ao bispo responsável por esse evento, monsenhor John Sherrington.

No texto, o Papa Francisco dá sua bênção apostólica “a todas as pessoas que participam desse evento tão significativo, e a quem trabalha de diferentes maneiras, na promoção da dignidade de toda pessoa humana, desde o momento de sua concepção até a sua morte natural”.

Suicídio assistido

Cabe destacar que o tema eleito para essa edição da Jornada da Vida coloca-se em um âmbito da vasta campanha de sensibilização, organizada pelos bispos ingleses, tendo em vista o debate e o voto do Parlamento com relação ao Projeto de Lei sobre o suicídio assistido, previsto para o dia 11 de setembro.

Essa proposta, apresentada por Rob Marris, tende a fazer possível, para os doentes adultos em estado terminal, a eleição de por fim à sua própria vida com assistência médica específica. De modo que se o Parlamento aprovar, os médicos poderão fornecer para aqueles que solicitarem, medicamentos letais aos doentes terminais.

Não acelerar a morte

De fato, na mensagem, para a Jornada da Vida deste ano, os bispos ingleses reafirmam dois pontos para a Igreja sobre o fim da vida: é um erro “acelerar ou provocar a morte, porque Deus nos chamará no Seu devido tempo”, e a rejeição da abstinência terapêutica, “quando os tratamentos não surgem efeito ou incluem danos aos pacientes.”

Foto: Arquivo 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.