Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/11/2018

12 de Novembro de 2018

Campanha da Fraternidade 2015

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Novembro de 2018

Campanha da Fraternidade 2015

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

05/02/2015 09:52 - Atualizado em 05/02/2015 09:52
Por: Natassha Cotts (natassha@testemunhodefe.com.br)

Campanha da Fraternidade 2015 0

Escolhidos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Campanha da Fraternidade 2015 tem como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e como lema: “Eu vim para servir” (Mc 10,45).

A campanha abordará a relação entre Igreja e sociedade sob a ótica da fé cristã, a partir das diretrizes do Concílio Vaticano II, que neste ano completa 50 anos.

Para preparar e motivar a realização da campanha, a Comissão Arquidiocesana da Campanha da Fraternidade se reúne desde maio de 2014 com representantes dos vicariatos. No dia 17 de janeiro, houve uma reunião na Catedral Metropolitana com membros das comissões, onde foram traçadas metas e elaborados projetos em acordo com o 11º Plano de Pastoral.

O lema da campanha foi extraído do Evangelho de Marcos. “Nele, Jesus demonstra o amor e caridade divina na manifestação com as pessoas e no cuidado com as instituições. Eu vim pra servir e não para ser servido. É isso que Jesus nos fala e que a campanha propõe”, disse o vigário episcopal para a Caridade Social, cônego Manuel Manangão.

Lançamento

O lançamento oficial da Campanha da Fraternidade 2015 será na Quarta-Feira de Cinzas, dia 18 de fevereiro. Em âmbito nacional, na sede da CNBB, em Brasília. Na Arquidiocese do Rio, o lançamento será às 18h, durante a Missa de Cinzas, na Catedral de São Sebastião, presidida pelo Cardeal Orani João Tempesta.

Texto-base

O texto está organizado em quatro partes. No primeiro capítulo são apresentadas reflexões sobre o “Histórico das relações Igreja e sociedade no Brasil”, “A sociedade brasileira atual e seus desafios”, “O serviço da Igreja à sociedade brasileira” e “Igreja – sociedade: convergência e divergências”.

Na segunda parte é aprofundada a relação Igreja e sociedade à luz da Palavra de Deus, à luz do magistério da Igreja e à luz da Doutrina Social.

O terceiro capítulo debate uma visão social a partir do serviço, diálogo e cooperação entre Igreja e sociedade, além de refletir sobre “Dignidade humana, bem comum e justiça social” e “O serviço da Igreja à sociedade”. Nesta parte, o texto aponta sugestões pastorais para a vivência da Campanha da Fraternidade nas dioceses, paróquias e comunidades.

No último capítulo são apresentados os resultados da campanha de 2014, os projetos atendidos por região, prestação de contas do Fundo Nacional de Solidariedade de 2013 (FNS) e as contribuições enviadas pelas dioceses, além de histórico das últimas campanhas e temas discutidos nos anos anteriores.

“A Campanha da Fraternidade fala de modo abrangente das dificuldades que a sociedade de hoje vive. Há a questão da perda dos valores éticos e morais e as dificuldades em que estamos inseridos, entre elas a miséria e o sofrimento humano. A partir daí, podemos olhar as questões da economia, saúde, moradia, uso do solo e segurança. Questões que estão presentes no dia a dia das pessoas”, apontou cônego Manangão.

Materiais

Para auxiliar na vivência e divulgação da campanha nas dioceses, paróquias e comunidades, os materiais podem ser baixados no site www cnbb.org.br.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.