Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 22/05/2019

22 de Maio de 2019

Igreja terá 23 novos beatos

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

22 de Maio de 2019

Igreja terá 23 novos beatos

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

23/01/2015 16:31 - Atualizado em 23/01/2015 16:31
Por: Rádio Vaticano

Igreja terá 23 novos beatos 0

Igreja terá 23 novos beatos / Arqrio

O Papa autorizou, nesta sexta-feira (23/01), a publicação de 11 decretos que reconhecem um milagre, 21 martírios e 7 virtudes heroicas de religiosos, religiosas, leigos e leigas que deram testemunho de Cristo na África do Sul, Bolívia, Cazaquistão, Espanha, Estados Unidos, Itália, Filipinas e Ucrânia. Assim, a Igreja Católica terá em breve 23 novos Beatos e 7 novos Veneráveis Servos de Deus.

Milagre

A Congregação para Causa dos Santos reconheceu o milagre atribuído à intercessão da agora então futura beata Maria Teresa Casini, Fundadora da Congregação das Irmãs Oblatas do Sagrado Coração de Jesus, que nasceu e faleceu na Itália.

Martírios

A Igreja terá ainda 22 novos futuros beatos que serão elevados à glória dos altares sem a necessidade de um milagre pois tiveram reconhecidos o testemunho de fé através do martírio. Destes, 21 são religiosos e religiosas assassinados por ódio à Fé durante a Guerra Civil espanhola:Iirmã Fidelia e duas companheiras religiosas do Instituto das Irmãs de São José de Girona e Padre Pio Heredia e 17 companheiros e companheiras das Ordens dos Cistercienses da Estreita Observância (Trapistas) e de São Bernardo. Também foi reconhecido o martírio do leigo Tshimangadzo Samuele Benedetto Daswa, morto por ódio à Fé na África do Sul em 1990.

Virtudes Heroicas

Serão declarados em breve Veneráveis Servos de Deus outros 4 religiosos e religiosas e 3 leigos. São eles: o sacerdote diocesano nascido na Ucrânia e morto no Cazaquistão, Padre Ladislao Bukowinski e Padre Luigi Schwartz, sacerdote diocesano, fundador das Congregações das Irmãs de Maria e dos Irmãos de Cristo, nascido em Washington, Estados Unidos e morto em Manila, nas Filipinas, em 1992.

Na lista ainda estão a monja espanhola da Sociedade de Maria Nossa Senhora, a leiga italiana Teresa Gardi, da Ordem Terceira de São Francisco, do leigo espanhol e fundador da Adoração Noturna na Espanha, Luigi Trelles y Noguerol, da leiga japonesa Elisabetta Maria Satoko Kitahara e da leiga boliviana Virginia Blanco Tardío.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.